Terça-feira, 26 de Outubro de 2021
Preservação ambiental

Ministério reforça ações de combate a incêndios no Pantanal

Entre as medidas anunciadas pelo Ministério do Meio Ambiente, está o investimento de R$ 167 milhões com recursos do Fundo Mundial para o Meio Ambiente



pantanal_-_mayke_toscano_secom_mt_EC5D3639-1BA9-44F7-8B1A-3F34B1FFCA11.jpg Foto: Mayke Toscano/Secom MT
07/08/2021 às 16:12

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) informou que reforçará as ações de combate a incêndios florestais no Parque Nacional do Pantanal Matogrossense (MT) e no bioma do Pantanal em Mato Grosso do Sul. Entre as medidas anunciadas pelo titular da pasta, Joaquim Leite, nessa sexta-feira (6), está o investimento de R$ 167 milhões com recursos do Fundo Mundial para o Meio Ambiente.

Os recursos do fundo serão usados em ações de prevenção e combate a incêndios no Pantanal, por meio do programa GEF-Terrestre, coordenado pelo MMA e implementado e executado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO). Entre as ações está o resgate de animais silvestres em emergências ambientais, em especial ocorrências de incêndios florestais.



O ministério também firmou parceria com o Instituto Homem Pantaneiro (IHP) para a realização de aceiros, para prevenir que eventuais focos de incêndio consigam se espalhar. Também será organizado um novo sistema de monitoramento de embarcações, além de estímulo a pesquisas científicas sobre o impacto do fogo no Parque Nacional.

Outro medida foi um acordo firmado com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, para que a Polícia Militar Ambiental do estado auxilie na fiscalização e monitoramento dos incêndios e também participe de intercâmbio de informações, inteligência e educação ambiental com o MMA e outros órgãos como o Ministério da Justiça e Segurança Pública em toda a região do Pantanal no estado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.