Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Notícias

Motociclista morre ao ser esmagada por carreta na Bola do Coroado, em Manaus

O caminhão que transportava um contêiner passou por cima do corpo da mulher, próximo ao meio fio. A vítima ainda teve o celular roubado após o acidente



1.jpg A vítima foi esmagada pelas rodas da carreta quando tentou fazer uma ultrapassagem.
03/09/2014 às 11:35

Rayane de Souza Monteiro, de 20 anos, morreu no momento em que foi esmagada por uma carreta enquanto trafegava em uma motocicleta, na manhã desta quarta-feira (3), na avenida Rodrigo Otávio, próximo ao Complexo Viário Gilberto Mestrinho (a Bola do Coroado), na Zona Leste de Manaus. Testemunhas do acidente afirmaram que a mulher perdeu o equilíbrio quando tentou fazer uma ultrapassagem sobre o caminhão e acabou sendo atropelada.

De acordo com pessoas que estavam em um ponto de ônibus próximo ao ocorrido, a vítima pilotava a moto - de placa OAG–7201 - em direção ao Distrito Industrialquando tentou ultrapassar o caminhão - de placas BSG-4208, conduzido por José Antônio de Silva Souza -, que transportava um contêiner. Ainda segundo as testemunhas, a mulher tentou a manobra pela direita, o que é proibido pelas leis de trânsito.



Ao ficar lado a lado com o veículo pesado, Rayana tocou a roda dianteira da moto no meio fio e acabou se desequilibrando. Em seguida, ela, junto com a moto, foi tragada pelas rodas da carreta. A vítima teve o corpo esmagado e morreu na hora. O impacto do acidente foi tão grande que o capacete usado pela mulher ficou completamente destruído.


Policiais da 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que estavam trafegando pela via de motocicleta, foram os primeiro a chegar ao local. Eles foram logo avisados por curiosos que, além de a mulher ter sido morta no acidente, duas pessoas que se aproximaram da vítima ainda lhe roubaram o aparelho celular e depois fugiram.

Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda se deslocaram para o local do acidente, mas nada puderam fazer. O trânsito ficou carregado na via após o atropelamento e dois agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans) tiveram bastante trabalho para fazer o tráfego voltar a fluir normalmente.

O corpo da motociclista foi removido pelos peritos do Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia. O motorista da carreta, que permaneceu no local do acidente, deverá prestar depoimento sobre o ocorrido no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

*Com informações da repórter Girlene Medeiros


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.