Sábado, 20 de Julho de 2019
Notícias

Motorista de microônibus atropela motoqueiro e foge

Depois de passar por cima da cabeça de Bruno, de 20 anos, o motorista bateu em outro carro ao tentar fugir e foi cercado por populares antes de conseguir fugir a pé. O veículoda Cooptaf foi depredado



1.jpg Microônibus foi depredado por populares, que por pouco não lincharam o motorista do veículo
05/08/2013 às 22:34

Bruno Mendes, 20, morreu na noite desta segunda-feira (5) após ter tido a cabeça esmagada por um microônibus da linha 826, que pertence a Cooperativa de Transporte Alternativo Coletivo (Cooptaf). O jovem conduzia uma motocicleta, modelo CG 125 de cor verde e placa JXD 6867, quando foi atingido pelo microônibus que transitava no sentido Centro-bairro pela avenida Francisco Queiroz, no Manoa, Zona Norte de Manaus.

De acordo com testemunhas, o motorista do microônibus, identificado pelos cabos da Polícia Militar, Veraldo e Cesar Rocha, como Jailson Souza Damasceno, 39, trafegava em alta velocidade pela via.

“Presencie o acidente e posso dizer que o motorista do micro não deu qualquer chance para que o rapaz pudesse escapar da batida”, disse dona de casa Maria Beatriz.

Segundo informações repassadas à guarnição da viatura 6085 da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Jailson ainda tentou fugir do flagrante mas atingiu um veículo modelo Gol de cor prata e placa JXH 0911, conduzido por Emerson Xavier de Santana, 40. Ao se ver acuado por populares, abandou o microônibus na rua Ulisses Guimarães, que fica próxima ao local do acidente, e fugiu a pé pelas rua do bairro.

Os populares e testemunhas aproveitaram a situação para depredar o microônibus, que ficou parcialmente destruído. “O motorista teve muita sorte de conseguir fugir, se ele tivesse demorado mais um pouco teríamos feito justiça com as nossas próprias mãos. Estamos cansados de tanta imprudência, infelizmente mais uma vida foi tirada pela falta de respeito de alguns motoristas com as leis de trânsito”, desabafou uma comunitária que não quis revelar o nome.

Segundo o cabo Veraldo, as primeiras informações sobre o acidente apontaram para a possibilidade de o motorista do microônibus não estar em serviço no momento da colisão, já que avenida Francisco Queiroz, não faz parte da rota de tráfego da linha. “Esse ônibus faz o trajeto do bairro Novo Israel até o Centro da cidade. Além disso, as testemunhas disseram que o motorista não trajava fardamento e estava de bermuda”, comentou.

Profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ainda tentaram reanimar a vítima, que chegou a ser encaminhada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do conjunto Galileia, localizado no bairro Monte das Oliveiras, também na Zona norte, mas já deu entrada no local sem vida. O caso foi registrado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.