Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
No Réveillon

Motorista que for flagrado dirigindo embriagado deverá pagar R$ 2.934 em multa

Detran-AM vai intensificar a fiscalização da Operação Lei Seca nas vias públicas durante as comemorações de Ano Novo em Manaus. Ações vão até terça-feira (2)



leiseca.JPG Foto: Aguilar Abecassis/Secom
30/12/2017 às 13:04

O motorista que for flagrado dirigindo alcoolizado no Réveillon deverá pagar multa de R$ 2.934,70 além de ter suspenso o direito de dirigir. As informações são do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Desobedecer a Lei Seca é considerado uma infração gravíssima e o valor da multa pode ser dobrado em caso de reincidência no prazo de 12 meses.

O Detran-AM vai intensificar a fiscalização da Operação Lei Seca nas vias públicas durante as comemorações de Ano Novo em Manaus. As ações tiveram início na tarde da quinta-feira (29) e vão até a madrugada de terça-feira (2).

Verificar o cumprimento da Lei Seca é o principal foco da operação, para evitar a condução de veículos após uso de bebida alcoólica, sobretudo em função das confraternizações de fim de ano.

Durante as fiscalizações, além de verificar os documentos do motorista e do veículo, agentes de trânsito realizaram o teste com bafômetro, que assegura se o motorista consumiu ou não bebida alcoólica.

Itens obrigatórios

Além do foco na alcoolemia, o Detran-AM também alerta para os cuidados necessários com os itens obrigatórios. Por isso, os agentes também irão verificar o uso de dispositivos de retenção, como cadeirinha, assento elevado, bebê conforto e cinto de segurança, no caso dos motociclistas serão verificados o uso do capacete e calçado adequado.

Homicídios ao dirigir alcoolizado

Foi publicada no dia 20 de dezembro a Lei 13.546, que aumenta a pena para motorista que cometer homicídio ou causar lesão grave ou gravíssima ao dirigir alcoolizado ou sob o efeito de qualquer outra substância psicoativa. O condutor terá como pena a reclusão de dois a cinco anos, além de outras possíveis sanções. A nova regra entra em vigor em 120 dias.

Antes, a legislação previa que, por praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, a pena seria de detenção, de seis meses a dois anos e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir. No caso de ocorrer homicídio culposo, fixava o aumento de um terço da pena. A nova lei altera dispositivos da Lei 9.503, de 23 de setembro de 1997.

*Com informações da assessoria de imprensa

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.