Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
o_motorista_antonio_almeida_anaquim_que_atropelou_17_pessoas_em_copacabana_-_reproducao_internet.jpg
publicidade
publicidade

RÉU

Motorista que atropelou 18 pessoas no calçadão de Copacabana vira réu

Entre as vítimas, duas morreram, um bebê e um australiano. Antônio Anaquim agora responde a processo por ter mentido ao Detran que sofria de epilepsia


06/06/2018 às 10:34

O motorista Antônio de Almeida Anaquim, que atropelou 18 pessoas em janeiro deste ano no calçadão de Copacabana, na Zona Sul do Rio, se tornou réu. Agora, ele responde a processo criminal por falsidade ideológica. A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público Estadual e aceita pelo juiz Marcel Laguna Duque Estrada, da 36ª Vara Criminal.

Segundo a Justiça, Anaquim virou réu por ter mentido ao Departamento de Trânsito (Detran) do Rio dizendo que não sofria de epilepsia para renovar a carteira de habilitação. Ele continuava dirigindo o carro mesmo depois que o Departamento de Trânsito suspendeu a licença dele para dirigir, em novembro de 2014.

À Polícia Civil e ao Ministério Público, Anaquim alegou que sofreu um ataque epilético na avenida Atlântica, em Copacabana, no dia 18 de janeiro deste ano, e que por isso perdeu o controle da direção do veículo que dirigia e invadiu o calçadão, deixando 18 vítimas, entre elas um bebê e um australiano que morreram.

publicidade
publicidade
Para ministro, mudanças na CNH vão facilitar punição de infração grave
Governo Federal quer que validade de carteira de motorista passe para 10 anos
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.