Publicidade
Cotidiano
TRAGÉDIA

Motorista que atropelou e matou bebê no Rio e feriu 16 não estava alcoolizado, diz polícia

Entretanto, Antonio Almeida Anaquim estava com a habilitação suspensa desde 2014, segundo o Detran. Ele disse ter sofrido ataque epilético 19/01/2018 às 10:08
Show o motorista antonio almeida anaquim que atropelou 17 pessoas em copacabana   reproducao internet
Foto: Divulgação
Nielmar de Oliveira (Agência Brasil)

O motorista Antonio Almeida Anaquim, que atropelou e matou um bebê de oito meses e feriu outras 16 pessoas na noite de ontem (18) na praia de Copacabana, não estava alcoolizado, de acordo com o resultado de exame feito pelo Instituto Médico-Legal (IML).

Segundo o próprio motorista, ele sofre de epilepsia e teve um ataque no momento em que dirigia pela avenida Atlântica. Anaquim invadiu o calçadão e atropelou 17 pessoas. Policiais encontraram no veículo medicamentos utilizados para tratar a doença. Anaquim foi detido e levado para a Delegacia de Copacabana (12ª DP).

Na carteira de motorista dele estavam registradas 14 multas, que somam 62 pontos em infrações. Segundo o Departamento de Trânsito (Detran), Antonio de Almeida Anaquim estava com a habilitação suspensa desde maio de 2014.

O motorista, de acordo com o Departamento de Trânsito, não cumpriu a exigência de devolução da habilitação. Por ter cometido crime de trânsito e dirigido com a carteira suspensa, ele terá a documentação cassada. Ele prestou depoimento e continuava detido na delegacia até a manhã de hoje. Não há informações sobre o indiciamento dele.

Publicidade
Publicidade