Publicidade
Cotidiano
Notícias

Movimento 'Mais Amor' ganha as ruas do Centro de Manaus com abraços, sorrisos e flores

Voluntários marcharam do Largo de São Sebastião até a Praça Heliodoro Balbi, passando pelas avenidas Eduardo Ribeiro e Sete de Setembro, distribuindo demonstrações de afeto para quem estivesse passando pelas vias. A intenção é não esquecer da impotãncia de amar ao próximo 31/12/2014 às 15:14
Show 1
'Mais Amor' invadiu as ruas do Centro de Manaus e contagiou a Praça Heliodoro Balbi, na avenida Sete de Setembro
acritica.com Manaus (AM)

Realizado pela primeira vez em Manaus, o movimento "Mais Amor" invadiu as ruas do Centro da capital amazonense ao longo da manhã desta quarta-feira (31). Como de praxe, voluntários distribuiram abraços, sorrisos e flores para estranhos nas ruas da cidade no último dia do ano. 

O grupo, com cerca de 20 pessoas vestidas de branco, saiu do Largo de São Sebastião pouco depois das 8h e desceu a avenida Eduardo Ribeiro, umas das principais da região central de Manaus. Após um ato, com direito a faixa e cartazes, no cruzamento da avenida com a Sete de Setembro, os voluntários seguiram até a Praça Heliodoro Balbi (antiga Praça da Polícia), onde o ato teve fim.


Foto: Clóvis Miranda

O evento, que nasceu em Recife (PE) há quatro anos com o objetivo de resgatar a empatia das pessoas, ou seja, a capacidade de ser preocupar com o outro, aconteceu desta vez em 20 cidades brasileiras ao todo. Em Manaus, eles entregaram rosas e distribuiram abraços e demonstrações de amor e afeto. 

“É uma forma de mostrar para as pessoas que, apesar de vivermos em um mundo acelerado, onde todos estão correndo para cumprir os seus afazeres, não podemos permitir que as pessoas se tornem invisíveis para nós. Esse egoísmo é prejudicial para a sociedade”, explica o coordenador do “Mais Amor Manaus”, Marcelo Cabral, de 49 anos, professor e pesquisador da Universidade Estadual do Amazonas (UEA).

Publicidade
Publicidade