Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021
DECISÃO

MPF denuncia assessor de Bolsonaro por gesto racista no Senado

De acordo com os procuradores, ficou 'evidente' que Filipe agiu de forma intencional e 'tinha consciência do conteúdo, do significado e da ilicitude do seu gesto'. Grupos de supremacia racial utilizam o gesto, que é crime



1_dd96a4d2_0e27_4b87_af91_1803d702d8fa-6581218_7EC75B0E-1B37-4B4B-976B-616BD927AA13.jpg Foto: Divulgação
09/06/2021 às 17:10

O assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência, Filipe Martins, foi denunciado pela Procuradoria do Distrito Federal pelo gesto com conotação racista feito com a mão durante uma sessão do Senado no dia 24 de março.

"Não é verossímil nem casual que tantos símbolos ligados a grupos extremistas tenham sido empregados de forma ingênua pelo denunciado, ao longo de vários meses em que ocupa posição de poder na estrutura da administração pública federal, nem que sua associação a grupos e ideias extremistas tenha sido coincidência em tantas ocasiões", argumentam os procuradores na denúncia.

De acordo com os procuradores, ficou 'evidente' que Filipe agiu de forma intencional e 'tinha consciência do conteúdo, do significado e da ilicitude do seu gesto', que é utilizado por movimentos extremistas. O assessor do presidente Jair Bolsonaro vai responder por ter praticado e induzido a discriminação e o preconceito de raça.



"Foram realizadas perícias minuciosas sobre os movimentos praticados por Filipe a fim de analisar se o assessor estaria de fato apenas ajeitando o seu terno, como ele alegou. No entanto, a conclusão investigativa apontou que as ações foram incompatíveis com um possível ajuste das suas roupas", registrou o MPF em nota.

*Com informações do Estadão

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.