Publicidade
Cotidiano
Notícias

Mulher é indiciada por abandonar bebê de 11 meses em casa, no Coroado, zona Leste de Manaus

A mulher pagou uma fiança no valor de R$ 734 e foi liberada. Já a mulher que abandonou um recém-nscido na Compensa vai receber alta e prestar depoimento na delegacia 18/10/2014 às 13:49
Show 1
Casos foram registrados na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca)
Manaus Hoje Manaus (AM)

Na noite desta quinta-feira (16), uma mulher de 23 anos foi encaminhada à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) por abandono de incapaz. Segundo a polícia, ela deixou um bebê de 11 meses sozinho em casa. Vizinhos ouviram choros e acionaram os policiais da 19º Companhia Interativa Comunitária (CICOM). Ao chegarem ao local, foi constatado que o bebê encontrava-se sozinho na casa, localizada no bairro Coroado, Zona Leste.

Meia hora depois, a mãe da criança retornou à casa, onde foi encaminhada pelos policiais à Depca. Durante o depoimento, ela assumiu ser usuária de drogas e negou ter abandonada a criança e que tinha ido buscar uma cesta básica.  A mulher pagou uma fiança no valor de R$ 734 e foi liberada. O bebê foi recolhido pelo Sistema de Acolhimento Institucional (SAI), e caberá a Justiça definir o que acontecerá com ele.


Mãe que abandonou vai prestar depoimento na delegacia

A mãe do bebê abandonado na última terça-feira (14) em um beco do bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, deve receber alta da Maternidade Moura Tapajoz ainda este sábado (18), segundo a direção do hospital. A dona de casa deu entrada horas depois da criança ser deixada na porta de uma casa com hemorragia e sangramento.

Segundo o diretor da unidade, Raimar Carvalho, a mulher de 27 anos passa bem e deu entrada na maternidade sangrando, por conta de não ter realizado os procedimentos de parto cabíveis. “Como ela não deu à luz em um ambiente hospitalar, essas complicações são comuns. Mas ela passa bem e deve receber alta neste sábado”, revelou o diretor.

Quanto à criança, Raimar revela que ele ainda se encontra na Maternidade Moura Tapajós à disposição da Justiça. “O bebê segue conosco e aguardamos a determinação da justiça”.

A delegada Linda Gláucia, titular da Depca, informou que uma viatura aguarda a mulher para trazê-la à especializada e será indiciada pelo crime de abandono de incapaz. A pena pode ser de seis meses a três anos de detenção. 

Publicidade
Publicidade