Domingo, 05 de Dezembro de 2021
Estuprada no hospital

Mulher grávida de cinco meses é estuprada por servidor da saúde em hospital de Itacoatiara

A vítima relatou que o suspeito aplicou uma medicação para que ela ficasse sedada antes de cometer o crime



show_show_1_739AF94C-0ACE-4246-B003-22F333FB82F9.jpg Foto: Arquivo A CRÍTICA
27/10/2021 às 07:28

Uma mulher de 24 anos e grávida de cinco meses foi estuprada enquanto buscava atendimento médico no Hospital Regional José Mendes, em Itacoatiara (distante 270 quilômetros de Manaus). O suspeito de ter cometido o crime é o vigia do hospital, que segundo a testemunha, a abordou enquanto ela estava na enfermaria. Segundo a vítima, ele aplicou uma medicação em sua veia e cometeu o crime quando ela ficou inconsciente após a medicação.

Ainda de acordo com a vítima, ela percebeu que havia sido estuprada quando acordou com dores em suas partes íntimas e notou uma marca em seu seio. Ao acordar, ela viu que o suspeito ainda estava no local. Ela relatou que ele se assustou ao ver que ela despertou e fugiu.

Logo após a fuga do suspeito, ela ligou para a mãe e chamou o diretor do hospital para pedir ajuda. “Ele pediu que eu não denegrisse a imagem do hospital”, relatou.

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) informou que a administração dos servidores do hospital é de competência do município, mas que ainda assim vai acompanhar a sindicância que foi aberta para apurar as denúncias. A Polícia Civil também está investigando o caso. O servidor foi afastado do cargo, mas ainda não foi preso.



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.