Publicidade
Cotidiano
INTERNADA

Mulher presa e espancada em Novo Aripuanã está em estado grave no 28 de Agosto

Segundo informações do 28 de Agosto, a mulher respira apenas com ajuda de aparelhos e se encontra na UTI 08/02/2017 às 09:57 - Atualizado em 08/02/2017 às 12:33
Show mulher novo
Foto: Divulgação
Amanda Guimarães Manaus (AM)

Luzinete de Costa Gama, de 30 anos, que foi agredida na tarde de ontem, após populares depredarem a delegacia da Polícia Civil em Novo Aripuanã (distante à quase 229 km de Manaus), está em estado grave no Hospital Pronto Socorro 28 de Agosto, localizado na Zona Centro-Sul de Manaus. A mulher teria ateado fogo a uma residência, causando a morte de uma criança e provocando revolta da população.  

Segundo informações da assessoria de comunicação do 28 de Agosto, a mulher respira apenas com ajuda de aparelhos e se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Centro de Tratamento de Queimados, pois sofreu queimaduras de segundo grau em parte do corpo, além das vias áreas, e traumatismo craniano.

Conforme boletim médico divulgado no fim da manhã desta quarta-feira (08), a mulher teve 20% do corpo queimado. Ela deu entrada no hospital na noite de ontem.

Entenda o caso

Conforme a Polícia Civil, a ocorrência de depredação na delegacia em Novo Aripuanã começou quando populares se revoltaram com a mulher presa.  O grupo de manifestantes jogou gasolina no prédio da unidade policial.

A mulher foi espancada e teve braços e mãos queimadas. Além do próprio delegado, Vinicius de Melo, ter sido atingido por uma pedra na cabeça.

A PC também informou que a mulher seria levada para outro município. 

Publicidade
Publicidade