Sábado, 21 de Setembro de 2019
PREVENÇÃO

Mulheres do sistema prisional de Manaus realizam mamografia na FCecon

Exame preventivo que detecta câncer de mama foi realizado em mulheres com restrição de liberdade, em ação da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Amazonas (SEAP)



jidaojaij_6D5168A0-DD0C-453D-B8A5-A3806D64B642.JPG Foto: Laís Motta/Fcecon
28/07/2019 às 13:29

Cerca de 11 mulheres, com mais de 40 anos de idade, do regime fechado da Penitenciaria Feminina de Manaus (PFM) realizaram exame de mamografia, neste sábado (27), na Fundação Centro de Controlo de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon). A iniciativa é uma ação da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Amazonas (SEAP), em parceria com o Tribunal de Justiça (TJ-AM) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Há uma recomendação para que todas as mulheres com mais de 40 anos façam o exame de mamografia. Por conta de elas estarem no regime fechado, há um pouco mais de dificuldade de acesso fora do sistema. Então a Fundação Cecon, junto com o Conselho Nacional de Justiça, resolveu fazer essa ação hoje”, explica a chefe do Serviço de Mastologia da Fundação, a médica mastologista Hilka Espírito Santo, destacando a parceria com o CNJ, representado pelo coordenador do Conselho no Amazonas, Ricardo Peres.

Benefício

Segundo a coordenadora de Saúde do Sistema Prisional da Seap, Alyne Taumaturgo, em todas as unidades prisionais há Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com clínico geral, psiquiatra, enfermeiros e demais profissionais que fazem atendimento às pessoas privadas de liberdade.

Para exames e consultas específicos, os reeducandos do sistema prisional são encaminhados via Sistema de Centrais de Regulação (Sisreg) aos locais especializados.

A ação deste sábado é vista como positiva pela oportunidade de agilizar os exames de rastreio. “Essa ação é de grande valia. Elas (mulheres privadas de liberdade) gostam muito quando é feito esse tipo de iniciativa porque elas são beneficiadas. Essa ação agiliza para que elas tenham acesso ao resultado mais rápido”, avalia Alyne Taumaturgo.

Inédito 

Essa foi a primeira vez que a Fundação Cecon fez uma ação deste tipo. “Essas mulheres têm o mesmo direito à saúde. Essa ação preserva esse direito e garante o acesso à realização de exames tão importantes como a mamografia para prevenir o câncer de mama”, avalia o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão.

FCecon, Seap, TJAM e CNJ estudam também fazer uma ação para que as mulheres do sistema prisional provisório façam o exame de mamografia na Fundação.

*Com informações da assessoria de imprensa

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.