Terça-feira, 21 de Maio de 2019
DE CONTÊINER

Muro de contêiner começa a ser erguido para separar facções rivais em presídio de RN

Como existe a expectativa de mortos dentro do esgoto do presídio, a fossa deveria ser limpa antes da entrada das equipes técnicas



1062670-21.01.2017_sumv-151545.jpg
(Foto: Sumaia Villela Agência Brasil/EBC)
21/01/2017 às 16:48

Começou hoje (21) a operação policial para garantir a segurança dentro do presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, e que vai retirar possíveis mortos e instalar um muro provisório de contêiner para separar pavilhões ocupados por facções rivais.

Mais cedo, na sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), as equipes já se preparavam atuar na penitenciária. E como existe a expectativa de mortos alocados dentro do esgoto do presídio, a fossa deveria ser limpa antes da entrada das equipes técnicas.

Segundo o Governo do Rio Grande do Norte, a operação visa garantir a instalação de contêineres para fazer um muro provisório separando os pavilhões das facções que estão em conflito: Primeiro Comando da Capital (PCC) e Sindicato do Crime do Rio Grande do Norte.

A Polícia Militar foi para o pátio junto com o primeiro contêiner que serviria provisoriamente de muro. O secretário de Segurança Pública e Defesa Social de RN, Caio César, disse que a estrutura vai garantir a proteção para a construção do muro definitivo de concreto.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.