Publicidade
Cotidiano
BALANÇO

Na semana do Festival, Parintins teve 5,5 mil procedimentos de saúde nas unidades

Apenas os hospitais Padre Colombo e Jofre Cohen concentraram 4.850 procedimentos, sendo que 1.530 consultas médicas e 2.099 medicações injetáveis, além de exames 06/07/2017 às 12:03
Show atendimento bumb dromo
No Centro de Saúde Dom Arcângelo Cérqua, anexo ao Bumbódromo, foram registrados 450 procedimentos de urgência e emergência
acritica.com* Manaus (AM)

Mais de 5.500 procedimentos de saúde foram feitos em Parintins durante o Festival Folclórico 2017 pela Prefeitura Municipal. Os dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de 27 de junho a 02 de julho ilustram o aumento na demanda por serviços, comum nesta época do ano. Apenas os hospitais Padre Colombo e Jofre Cohen concentraram 4.850 procedimentos, sendo que 1.530 consultas médicas, 2.099 medicações injetáveis e a realização de mais 500 exames. 

No Centro de Saúde Dom Arcângelo Cérqua, anexo ao Bumbódromo, foram registrados 450 procedimentos de urgência e emergência nos três dias de Festival. Na tenda montada na Festa dos Visitantes foram atendidas apenas 10 pessoas. No porto foram feitos apenas 12 atendimentos, sendo 10 aferições de pressão arterial e 2 curativos. No aeroporto não foram registradas intercorrências no Festival 2017. 

Prevenção

Os 86 Agentes Comunitários de Saúde distribuíram no Festival 159.764 preservativos masculinos, 7.000 Preservativos femininos e 54.800 lubrificantes em gel.  Atuaram no Cantagalo, Francesa, Bumbódromo, orla do bairro União, orla da frente da cidade, porto e aeroporto. 

As equipes do Programa Nacional de Imunização vacinaram 200 pessoas durante a festa, sendo 05 vacinas contra o sarampo, caxumba e rubéola, 19 contra difteria e tétano, 26 contra a hepatite B, 37 contra a febre amarela e 113 vacinas contra a gripe.

Vigilância Sanitária 

A Coordenadoria de Vigilância em Saúde/Gerência de Vigilância Sanitária realizou 850 inspeções sanitárias (abordagens) incluindo bares, lanches ambulantes no perímetro externo do Bumbódromo, Praça dos Bois, orla da cidade (Porto, Chapão, Comunas, Buteco du Verçosa), Praça da Catedral, Praça Eduardo Ribeiro, Praça da Liberdade e Balneário Canta Galo.

Foram realizadas apreensões de bebidas como cerveja em garrafa (03 grades) e em lata (02 caixas) e refrigerantes (05 fardos) vencidos e alimentos impróprios para consumo humano (maçã do amor, pipoca, sanduíches, sucos, maionese caseira, molhos e carne para churrasco). Foram identificados 100 carrinhos de churrasco oriundos de Manaus e Santarém sem o devido credenciamento pelo Setor de Terras e Vigilância Sanitária comercializando churrasco em espeto de madeira nos locais acima citados.

A Coordenadoria Vigilância em Saúde/VIGIAGUA abordou 80 embarcações e solicitou melhorias em bebedouros, garrafas e garrafões térmicos, caixa d'aguas e lixeiras, além da distribuição de hipoclorito de sódio e realização das devidas orientações. Outros 300 pontos de vendas e ambulantes foram visitados, sendo distribuídos 3000 folders educativos, 600 kit prevenção (panfletos com instruções do uso do hipoclorito de sódio, 10 caixas de hipoclorito).

Contra a Dengue 

Foram realizadas ações de borrifação e termonebulizacão nos principais pontos de aglomeração de pessoas: Bumbódromo - área externa e interna, Praça dos Bois, galpão e currais de Garantido e Caprichoso, Centro da Cidade, Estádio, Balneários Canta Galo, Aeroporto, Chácara do Boré, Coca Cola, Porto, Orla da Frente e de Trás da Cidade. 

Foram distribuídos 4000 Kits prevenção (folder educativo + repelente) para Zika, Dengue e Chicungunya com equipe composta por 10 agentes de endemias. 

Retirada de animais

O Setor de Zoonoses atuou no controle e monitoramento de animais de grande porte (bovinos e equinos) no perímetro da estrada do Aeroporto, estrada do Aninga (Balneário Canta Galo) e Estrada do Macurany, no perímetro do Bumbódromo e centro, além da orla da frente da cidade. Foram recolhidos no Parque de Exposição Luiz Lourenço 10 bovinos e 08 equinos por uma equipe composta de 06 Fiscais de Zoonoses.

*Com informações de assessoria

Publicidade
Publicidade