Terça-feira, 25 de Junho de 2019
Notícias

Negócios: saiba como dar os primeiros passos

Instituto Euvaldo Lodi no Amazonas desenvolve programas destinados a formar futuros profissinais e ajudá-los a dar os primeiros passos nos negócios que venham a realizar



1.jpg Kátia Meirele está à frente do IEL-AM, que abriu uma frente de programas destinados a capacitar profissionais para o mercado de trabalho e negócios
14/09/2013 às 15:46

Um bebê recém-nascido não consegue desempenhar nenhuma atividade se não tiver suporte materno, paterno ou de alguém próximo. Somente depois de muito trabalho, paciência e ensino, a criança dá os primeiros passos, cresce e vai amadurecendo até se tornar adulto e sobreviver por conta própria.

No mundo dos negócios, a dinâmica é parecida. Entrar no mercado de trabalho recém-formado, empreender pela primeira vez, ou conseguir manter a competitividade de uma empresa são tarefas que não podem ser executadas sem um auxílio “materno” nos primeiros passos.

O assessoramento para os “recém-nascidos” no mundo dos negócios pode ser encontrado de maneira gratuita em instituições como o instituições como o Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Atualmente, o IEL desenvolve ao menos quatro projetos, que oferecem treinamentos, palestras, diálogos com executivos de sucesso, além de bolsas de pesquisa e incentivo à inovação.

A ferramenta mais recente é o Inova Talentos, que será lançado de maneira oficial na próxima sexta-feira, 20. O “Inova” é uma espécie de programa de trainee voltado para alunos finalistas em cursos superiores, ou que tenham se tornado graduados, pós-graduados ou mestres nos últimos três anos e não possuam experiência profissional.

Durante um ano, o IEL pagará bolsas à estes profissionais, para que os mesmos desenvolvam projetos voltados para área de inovação dentro de algumas empresas locais durante um ano. Os tutores do projeto serão diretores e gerentes das próprias empresas. Inserido no ambiente de trabalho, o bolsista ganhará novos valores profissionais e será estimulado a desenvolver sua competitividade, criatividade e comportamento.

“O IEL vai desenvolver este bolsista para a empresa. Existem muitas pessoas qualificadas que nunca sequer tiveram oportunidade de estágio. Esta pessoa precisa de maturação profissional. Ao fim dos 12 meses de Inova, nós entregaremos um profissional pronto, maduro e que terá tudo para ser contratado definitivamente pela empresa”, explicou a Superintendente Regional do IEL, Kátia Meirielle de Araújo. Os interessados em participar do projeto (sejam empresas ou profissionais) devem enviar currículos até 30 de setembro para o email inovação@iel-am.org.br.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.