Publicidade
Cotidiano
Saúde

Nem todos os municípios do AM retiraram seus lotes extras para a Multivacinação

Ainda faltam 19 municípios do Estado do Amazonas retirarem as doses disponibilizadas para a Campanha de Multivacinação que acontece de 19 a 30 deste mês 15/09/2016 às 21:00
Show vacinas
A vacinação, que era voltada às crianças menores de 5 anos, agora tem como público-alvo adolescentes de até 15 / Foto: Arquivo/AC
Paulo André Nunes Manaus (AM)

Até a última quarta-feira, dia 14, um total de 39 municípios do Amazonas já haviam retirado seus lotes extras de vacinas para a Campanha Nacional de Multivacinação, que acontece de 19 a 30 deste mês. Os dados são da Gerência de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (Susam). 

A distribuição começou dia 29 de agosto e os municípios têm até sexta-feira para retirar os lotes de vacina que serão utilizados durante a Campanha Nacional.

Todos os municipios têm estoque para a vacinação, mas se porventura algum deles deixar de pegar os lotes extras até sexta-feira, terão que iniciar a campanha com o que têm no estoque e vir fazer a retirada posteriormente, informa a gerente de Imunização, Izabel Nascimento.

Segundo dados divulgados na última terça-feira, o número de cidades que se interessou em retirar os medicamentos era de 37 municípios. No total, informa a assessoria da Susam, ainda faltam mais 19 municípios buscar seus lotes extras. De acordo com o órgão, a expectativa era de que outros quatro representantes de municípios se deslocassem a Manaus, ainda ontem. 

A quem se destina?

A Campanha Nacional de Multivacinação, até o ano passado, era direcionada apenas às crianças menores de cinco anos de idade. Este ano, o Ministério da Saúde (MS) incluiu como público-alvo a faixa etária de nove a menor de 15 anos (com 14 anos, 11 meses e 29 dias).

A campanha inclui todas as vacinas que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação.  O objetivo da mobilização é convocar pais e responsáveis a levarem seus filhos aos postos de vacinação, seja para iniciar o esquema de vacinal ou completar as doses que estiverem pendentes. Para todo o País, o Ministério da Saúde disponibilizou 19,2 milhões doses extras das 14 vacinas ofertadas na campanha. 

No ano passado, mais de 200 mil doses de diversas vacinas foram aplicadas em todo o Estado. Neste ano, o Ministério da Saúde disponibilizou 600,9 mil doses. Ao Estado do Amazonas, serão enviadas 600,9 mil doses.

O MS, durante o ano, já abastece as unidades de saúde com as vacinas do calendário. As doses que os municípios estão recebendo desde o dia 29 de agosto fazem parte do lote extra, exclusivo para a campanha.

O “Dia D” da campanha será no dia 24, sábado, quando todas as Unidades Básicas de Saúde da capital e interior estarão abertas para vacinação. Para crianças menores de cinco anos estarão disponíveis a BCG, Hepatite B, Pentavalente, Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Tríplice Viral, Varicela, DTP infantil, Poliomielite e Hepatite A, entre outras.
Já para as de nove anos e adolescentes de 10 a menores de 15 anos, as unidades contarão com as vacinas contra Hepatite B, Tríplice Viral, Febre Amarela, HPV, entre outras.
ministro

“Neste ano, estamos incluindo os adolescentes porque esse grupo prioritário é um dos que apresenta uma maior resistência a se vacinar. Além disso, muitos pais acreditam que não há necessidade de imunizar os filhos nesta faixa etária” explicou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Segundo ele, com a campanha serão atualizadas 14 vacinas nesses públicos. “Isso servirá para reduzir o número de não vacinados e aumentar a cobertura vacinal nas crianças e adolescentes”, completou. Ricardo Barros reforçou que é fundamental que toda a população alvo compareça aos serviços de saúde levando a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde possam avaliar se há doses que necessitam ser aplicadas.

Publicidade
Publicidade