Publicidade
Cotidiano
Notícias

Nepotismo confirmado no interior do Amazonas

Prefeita do município de Ipixuna afirma considerar normal contratação de parentes dela e do vice 27/03/2013 às 07:14
Show 1
Prefeita Aguiomar da Silva empregou os filhos como secretários municipais
Rosiene Carvalho Manaus

A prefeita de Ipixuna, Aguiomar Silvério da Silva (PR), confirmou, nesta terça-feira (26), que emprega três filhos, um genro e parentes do vice-prefeito José Almeida de Souza em cargos do primeiro escalão do município (a 1.368 quilômetros a Sudoeste de Manaus). Aguiomar disse considerar como normais as nomeações de parentes, apesar de o nepotismo ser uma prática proibida pela Constituição Federal. Ela afirmou que só vai retirá-los do cargo caso a Justiça se manifeste formalmente sobre isso.

“Meus filhos e meu genro são pessoas da minha confiança que estão fazendo um bonito trabalho. Eu não tinha conhecimento que isso era nepotismo. Por que que na gestão passada não era? Temos conhecimento de casos assim na capital que não são (considerados) nepotismo”, declarou a prefeita.

A representante do Município em Manaus, Rosilene Silvério Silva, que é filha da prefeita, afirmou que a gestão passada tinha o mesmo comportamento em relação a nomeações do primeiro escalão e o presidente da Câmara Municipal de Ipixuna, César Augusto de Oliveira (DEM), não questionou o privilégio. César Augusto protocolizou a denúncia contra a prefeita de Ipixuna no Ministério Público Eleitoral (MPE).

De acordo com secretário de Governo de Ipixuna, Gelsimar Saraiva, que é genro da prefeita, a gestão passada tinha mais de 40 funcionários que eram parentes da ex-prefeita. “Essa denúncia não é justa. Eles fizeram muito pior que nós”, disse.

Gelsimar, que é marido da secretária de Assistência Social da cidade, afirmou que todos os atos da atual prefeita são feitos após criteriosa análise de um advogado que é assessor jurídico da prefeitura. Segundo Gelsimar o advogado é Rodrigo Saraiva. “Ele é meu primo, lá de longe”, afirmou.


Publicidade
Publicidade