Publicidade
Cotidiano
Notícias

Neuróticos Anônimos de Manaus admitem o problema e lutam para tentar controlar suas reações

No dia 16 de agosto, será realizado o 15º Encontro Regional de Neuróticos Anônimos em Manaus. Na capital amazonense, existem oito grupos de N/A, em todas as zonas da cidade 28/06/2015 às 16:15
Show 1
Grupo de amazonenses admite possuir traços de descontrole emocional ou mental, mas resiste e busca, pelo menos amenizar o problema, compartilhando experiências, forças e esperança
Luana Carvalho Manaus (AM)

O termo “neurótico” é utilizado rotineiramente para classificar uma pessoa que possui algum descontrole emocional ou mental. Pode parecer ofensivo, mas, para o integrantes da irmandade ‘Neuróticos Anônimos’ (N/A), saber identificar e assumir a doença é um passo importante para a cura.

Sabe aquela prima histérica que faz um escândalo todas as vezes que é contrariado? E o irmão explosivo que, volta e meia, briga no trânsito? Lembra daquela tia deprimida, que nunca sai de casa e tem medo de tudo? E aquela amiga que vive assumindo mais responsabilidades do que pode? E você, já se deparou em algumas dessas situações de neurose?

O empresário ‘S’, de 40 anos, sabe bem o que é descontrole emocional. “Eu sempre tive uma raiva que se transformava em ira em questão de segundos. Existem pessoas quem sentem ciúmes, mas moderado. Comigo era diferente. Meu ciúme atrapalhava minha vida e meus relacionamentos. E eu também era muito violento, não conseguia me conter. Brigava no trânsito e qualquer coisa tirava minha paciência”, relata.

Há 10 anos ele conheceu o grupo, depois de ter passado, é claro, por consultórios médicos. “Neurose é qualquer emoção que interfira em nosso comportamento. Fui em psicólogos, fiz terapia, e muitos dos especialistas recomendaram o grupo. A irmandade atua de forma a auxiliar o tratamento, mas também existem muitas pessoas que não passam por médicos e conseguem cura seguindo o programa”, completou.

O grupo existe há 44 anos e busca compartilhar experiências, forças e esperança a fim de resolver problemas comuns e ajudar pessoas a se recuperarem de doenças emocionais. Não é cobrado nada para participar. “Nós não chamamos de terapia porque não somos profissionais, e também não somos grupo de auto ajuda. Cada um usa seus princípios espirituais num programa de recuperação de 12 passos e as 12 tradições, o mesmo dos Alcoólicos Anônimos (AA), que foi adaptado e quando aplicado em nossas vidas funciona”, contou um dos fundadores da irmandade, o aposentado ‘M’, de 76 anos.

Por serem anônimos, os integrantes preferem ser chamados pela inicial do sobrenome, pois, segundo a 11º tradição, “as relações com o público baseiam-se na atração em vez da promoção, sempre preservando o anonimato pessoal na imprensa, no rádio e em filmes”.

Quando dividir é mais que somar

“O programa não é religioso, podem fazer parte pessoas de qualquer religião, ou até ateus. Só se pede que se conceba um poder superior, poder maior, superior segundo a sua concepção, espiritual”, explica a servidora federal ‘M’, que garante que passou a viver melhor depois que passou a frequentar o grupo.

“Eu era uma pessoa debilitada, vivia insatisfeita. E tudo se refletia no meu corpo, sentia ansiedade, dores, achava que estava doente, além de uma insegurança profunda. Quando conheci o programa e comecei a entender e praticar, soube o que é ter a alegria de viver, porque até então eu vivia na ilusão”, conta.

Em Manaus existem oito grupos de N/A, em todas as zonas da cidade. Os endereços estão disponíveis no site da irmandade, pelo endereço: www.neuroticosanonimos.org.br/category/manaus.

Saiba mais ‘O que é neurose?’

A Neurose é uma doença emocional, afetiva e de personalidade. Acontece quando o sistema nervoso de uma pessoa reage com exagero a uma determinada experiência. Uma pessoa neurótica passa a ter reações e comportamentos diferentes e adquirir doenças psicossomáticas (orgânica, mas com causa psicológica). Fica muito ansiosa, tem medo de certas situações, se sente deprimida constantemente, são mais preocupados e também sofrem com Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC).

Encontro regional marcado para agosto

No dia 16 de agosto acontece o 15º Encontro Regional de Neuróticos Anônimos em Manaus. “É um momento para recebermos pessoas que também sentem essa afliçao e buscam recuperação. Acolheremos todos que precisam”, explicou o integrante ‘M’.

Ele também ressaltou que cada vez mais o público jovem tem buscado ajuda nos grupos, principalmente por causa da depressão, que segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) afeta cerca de 340 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo 13 milhões somente no Brasil). “São doenças muito comuns, que na maioria das vezes nem sabemos que temos”.

Existem quase 5 mil grupos anônimos em todo o Brasil. A maioria se fundamenta no programa sugerido por “Alcoolicos Anônimos (A.A) composto por 12 passos, 12 tradições e 7 lemas que levam à recuperação.

‘O encontro’

Com o tema ‘Despertar espiritual: uma dádiva divina’, o encontro acontecerá das 8h às 17h30, no auditório da Melo Distribuidora, na avenida Tefé, 487, bairro Praça 14, Zona Sul de Manaus. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (92) 98284 8231 ou (92) 992598277. O e-mail do grupo é amazonas.una@gmail.com.

Publicidade
Publicidade