Publicidade
Cotidiano
Notícias

No AM, escolas particulares e federais têm melhor desempenho no Enem 2014

No ranking, a melhor escola do Estado foi a Laviniense Ensino Integrado, de Manaus, e a pior a Escola Estadual João Ferreira da Fonseca, de Borba. Veja lista 05/08/2015 às 16:45
Show 1
Escolas estaduais e do interior figuram nas piores posições da lista
VINICIUS LEAL Manaus

No Amazonas, as escolas particulares e federais tiveram melhor desempenho no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) de 2014, conforme ranking divulgado hoje (5) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). No ranking, a melhor escola do Amazonas foi a Laviniense Ensino Integrado, de Manaus. Veja a lista aqui e aqui

Entre as dez melhores escolas da lista, oito são particulares e duas são federais, não havendo nenhuma escola estadual ou instituição de ensino do interior do Estado no top 10. As dez melhores escolas têm também outros índices positivos, como os indicadores de nível socioeconômico: “muito alto”, “alto” e “médio alto”. Entre as cinco melhores, todas são particulares.

A pior escola do Amazonas no ranking de desempenho do Enem 2014 foi a Escola Estadual João Ferreira da Fonseca, no município de Borba, a 151 quilômetros de distância de Manaus em linha reta, que alcançou 418,92 nas provas objetivas 248,00 nas redações. Já a melhor escola, o Laviniense, teve 661,34 nas provas objetivas e 753,00 na redação.

O ranking é formado pela pontuação dos alunos das escolas nas provas objetivas e redação do Enem 2014.

Cinco melhores

As cinco melhores escolas do Amazonas no ranking de desempenho no Enem 2014 são particulares: Laviniense Ensino Integrado (661,34 nas objetivas e 753,00 na redação), seguido do Centro Educacional Lato Sensu (652,47 e 735,32), Fundação Nokia de Ensino (638,21 e 690,49), Centro Educacional Lato Sensu II (630,97 e 730,25) e Colégio Educacional Adalberto Valle I (601,46 e 696,20).

Logo atrás, no sexto lugar, vem o Colégio Militar de Manaus (599,23 e 649,56), o Centro Educacional Fucapi Lynaldo Cavalcante de Albuquerque Ceef (588,23 e 614,40), o Centro Literatus (581,01 e 625,11), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) Manaus/Centro (579,46 e 624,47) e o Colégio Martha Falcão (573,46 e 608,81).

Estaduais

Entre as escolas estaduais, as cinco com melhor desempenho foram, nesta ordem: Colégio Militar da Polícia Militar do Amazonas (540,85 nas provas objetivas e 584,07 nas redações), seguido da Escola Estadual de Tempo Integral Marcantonio Vilaça II (538,58 533,63 e 617,50), a Escola Estadual Marcantonio Vilaça (520,54 e 546,48) e o Instituto de Educação do Amazonas (IEA) (514,05 e 618,17).

Federais

Entre as instituições federais, o raking dos cinco melhores ficou assim: Colégio Militar de Manaus (599,23 e 649,56), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) Manaus/Centro (579,46 e 624,47), Ifam Manaus/Distrito Industrial (572,45 e 614,79), Ifam Maués (507,01 e 576,47) e Ifam Parintins (503,59 e 552,54).

Interior

Entre as escolas do interior do Estado, a de melhor desempenho foi o Colégio Nossa Senhora do Rosário em Itacoatiara (545,75 nas provas objetivas e 571,11 na redação), Instituto Adventista Agro Industrial, em Rio Preto da Eva (515,49 e 563,20), o Ifam Maués (507,01 e 576,47) e o Ifam Parintins (503,59 e 552,54).

Brasil

Em nível Brasil, a melhor escola no ranking Enem 2014 foi a Objetivo Colégio Integrado, de São Paulo (SP), seguida da Farias Brito Colégio Aplicação de Fortaleza (CE), do Colégio Olimpo Integral de Goiânia (GO), a Christus Colégio Preuniversitário de Fortaleza (CE) e o Colégio Bernoulli - Unidade Lourdes, de Belo Horizonte (MG). Todas são escolas particulares.

A pior escola do Brasil é o CE Aluizio Azevedo Anexo Cachimbos, de Jatobá (MA), depois a EE Benedita Augusta Lemes, de Jangada (MT), o CE Professora Leda Tajta Anexo Jucara, em Buriti Bravo (MA), a Escola Manoel Carneiro de Messias, da cidade de Rodrigues Alves (AC), e a EE Maria da Glória de A Luna Ensino Fundamental e Médio, de Ipanguaçu (RN). Todas são públicas.

Publicidade
Publicidade