Publicidade
Cotidiano
AUTISMO

No ‘Dia de Conscientização do Autismo’, OAB-AM promove ciclo de palestras gratuitas

A programação, que acontecerá na sede do órgão, é realizada pela Comissão de Proteção aos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro de Autismo 28/03/2016 às 18:18
Show manaus amazonas amazonia mundo desafios socializacao autistas acrima20131124 0026 15
A neuropediatra Lívia Vianez realizará a palestra “O Autismo e as Comorbidades” - termo utilizado para a designação de duplo diagnóstico (Divulgação)
ACRITICA.COM MANAUS

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo é celebrado no dia 2 de abril. Para comemorar a data de forma apropriada, a Ordem de Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB/AM) realizará a partir das 14h desta sexta-feira (1º), na sede do órgão, um ciclo de palestras para falar sobre a inserção do autista na sociedade como um cidadão capaz de obter independência. O evento terá entrada gratuita.

As inscrições serão realizadas às 13h, na entrada do evento. A programação, que acontecerá até as 18h, é realizada pela Comissão de Proteção aos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro de Autismo. Segundo a presidente do desmembramento da OAB/AM, Alice Sobral, a programação contará com palestras que irão trazer a realidade de pessoas autistas para a sociedade em geral.

“Vamos abordar a trajetória da vida de autistas que virão participar do evento. Abordaremos a descoberta do diagnóstico, passaremos pelos desafios e as conquistas dessas pessoas. Levaremos autistas que acabaram de se formar na faculdade e outros que já estão no mercado de trabalho”, contou.

Neste ano, haverá a organização da Mesa Redonda: Desafios, Conquistas, Como Superar e Conviver com o Autismo. Autistas e responsáveis legais, além da psicóloga Fabiana Monteiro, participarão do debate para tornar explícita a história de quem vive com o transtorno.

Uma das participantes será Nonata Nogueira, mãe do autista Mateus Nogueira, de 23 anos, recém-formado em Publicidade. Ela e o filho participarão do evento para expor o preconceito vivido por autistas.

"A pior dificuldade que enfrentamos é a rejeição das pessoas com nossos filhos. Elas acham que eles não sofrem de transtorno algum por conta da aparência física ser 'normal'. Logo no início da faculdade, ele sofreu com isso. Ele não conseguia fazer as partes dele em trabalho de grupo e era expulso da equipe", relatou.

As palestras serão realizadas por profissionais de renome. Para abrir a programação, Alice falará sobre a Lei Brasileira de Inclusão e as Demandas enfrentadas. “Esquecemos que essas crianças crescem. A ideia é ver o autista como uma criança que cresce e vira um adulto capaz de estudar e trabalhar”, destacou.

A neuropediatra Lívia Vianez realizará a palestra “O Autismo e as Comorbidades” - termo utilizado para a designação de duplo diagnóstico. Especialista em múltiplas deficiências, Denise Temperi falará sobre funções executivas. Ivan Porto discursará sobre o ANCORA, novo grupo de apoio para pessoas com Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade