Domingo, 21 de Abril de 2019
publicidade
HIPERTENS_O_1CB7A46B-0AF2-44D4-A4D8-5F2FF33B32A8.jpg
publicidade
publicidade

CONSCIENTIZAÇÃO

No Dia Mundial da Saúde, espacialistas fazem alerta sobre cuidados para vida saudável

Profissionais entrevistados pelo Portal A Crítica mostram que cuidar da saúde é muito mais que ir ao médico quando estamos doentes


07/04/2019 às 06:00

“Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!”. Muitos de nós já ouvimos esta frase que virou bordão na boca de Paulo Cintura, personagem da antiga versão do programa “Escolinha do Professor Raimundo”. Por mais que você não o conheça, é inevitável não ser alcançado pela verdade desse aforismo que tem tudo a ver com o Dia Nacional de Mobilização pela Promoção da Saúde e Qualidade de Vida e o Dia Mundial da Saúde, comemorados nesse sábado (6) e hoje (7), respectivamente.

Até porque cuidar da saúde não se resume a ir ao médico quando estamos doentes, e sim em desenvolver hábitos simples que possam preservá-la. Como observa a médica especialista em endocrinologia Dorothy Carriço, a prevenção é a base da saúde. Para ela, o tripé boa alimentação, exercícios físicos e exames preventivos é fundamental para a manutenção de uma vida saudável.

“Pelo menos uma vez por ano as pessoas deveriam fazer exames preventivos, como o hemograma completo (que detecta anemia, infecções etc.), colesterol e medir a pressão arterial para detectar problemas cardíacos, e glicemia, que ajuda a detectar o diabetes. O exame clínico regular também é importante”, frisa ela.

“As mulheres procuram ir mais ao médico, por isso vivem mais. Os homens ainda têm o péssimo hábito de só procurarem ajuda quando estão passando mal. Isso tem que mudar. É preciso também estar atento se há pessoas na família com doenças crônicas. Se sim, as chances de desenvolvê-las é grande”.

Para Dorothy Carriço, é essencial uma alimentação bem balanceada aliada à atividade física regular. “Temos que nos exercitarmos no mínimo três vezes por semana, se possível todos os dias. Não pode ser aquele exercício de fim de semana. Mexer o corpo não precisa ser feito apenas numa academia. Pode ser numa caminhada em volta do quarteirão da sua casa ou subindo a escada ao invés de usar o elevador. Enfim, se mexer por pelo menos 30 minutos todos os dias já traz um impacto positivo para a saúde”, diz a especialista do Sabin Medicina Diagnóstica.

A médica ainda recomenda que jovens adultos e idosos “peguem leve” com a farinha nas refeições. “Eu sei que faz parte da cultura amazonense, mas ela tem alto poder de carboidrato, o que contribui com o aumento de peso que, por sua vez, favorece o surgimento de diabetes e doenças cardíacas”, aconselha.

Alimentação saudável

A alimentação reflete na saúde. E se alimentar bem não tem a nada a ver com aquelas dietas estrambólicas que encontramos em revistas ou na internet. Porém, em matéria de alimentação o importante é orientar, nunca proibir. Existem alimentos mais e menos  saudáveis. Entretanto, o segredo (como tudo na vida) está no equilíbrio, como orienta o nutricionista Mário José Leão.

“A alimentação para promover uma saúde melhor deve incluir alimentos naturais diversificados e evitar comida industrializada. Devemos consumir mais frutas, verduras e legumes da região dando preferência as da estação e, claro, beber bastante água”, orienta.

Contudo, comer não pode deixar de ser um prazer. “As coisas saborosas devem ser comidas sim, mas com moderação, nunca com sentimento de culpa. Afinal, o corpo também precisa de glicose para funcionar. Podemos comer, mas ciente do limite”, disse, frisando que é interessante comer doce após grandes refeições, como o almoço e o jantar, pois o mesmo se “mistura” com a digestão dos outros alimentos, evitando picos de glicose.

Semana com programação alusiva

Com o tema “Vacinar é Proteger”, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) realiza, neste domingo (7), programação especial de saúde no Sumaúma Park Shopping, Cidade Nova, Zona Norte da capital, das 14h às 21h. Durante o evento, haverá vacinação para o público alvo da campanha contra o H1N1 e sarampo, além de ações de educação em saúde, com orientação aos pais, avaliação da caderneta de vacinação das crianças, apresentação de fantoches e distribuição de material educativo.

“No momento em que estamos reforçando a importância da vacinação para a prevenção de doenças como a H1N1 e o sarampo, a sociedade precisa assumir conosco a responsabilidade de garantir que as metas de vacinação sejam alcançadas”, afirma o secretário Estadual de Saúde, Rodrigo Tobias.

Na próxima terça-feira, a UBS Ivone Lima, do Coroado, Zona Leste de Manaus, realizará, das 8h às 10h30, atividades no Calçadão da Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus, com a participação dos alunos do grupo de atividades físicas da UBS. 

A programação contará com uma caminhada no calçadão, alongamento, atividade recreativa e um piquenique com um café da manhã saudável. Participarão das atividades os profissionais de educação física, fisioterapeuta, nutricionista e terapeuta ocupacional.

Mente sã é outro ponto fundamental

Se a mente não está sã, dificilmente o corpo estará. Apesar do tema estar em alta, cuidar da saúde mental ainda é deixado em segundo plano pela maioria. Não deveria.  Embora o assunto ainda seja um tabu para alguns, que cultivam a ideia equivocada de que ir ao psicólogo é  “coisa de doente mental”, todo mundo têm experiências ruins, frustrações e estresses acumulados que, a longo prazo, podem pesar na saúde física, como destaca o psicólogo Alexandre Cavalcante.

“Todos nós temos experiências em nossa história de vida que precisam ser elaboradas para que elas não interfiram no presente. O suporte psicológico é uma excelente ferramenta de libertação através da qual podemos administrar melhor as nossas emoções para que elas não se tornem empecilhos para a realização de atividades diárias. Fazer terapia, tirar um tempo para fazer algo que goste ou descansar podem ajudar pessoas que têm rotinas de trabalho intensas”, ressalta.

Cavalcante destaca que cuidar da saúde mental é como colocar uma ‘’lente de aumento’’ em si mesmo, nos seus pensamentos e sentimentos, e poder enxergar mais claramente como tudo isso pode te afetar no dia a dia. ‘’É importante ficar atento a mudanças de comportamento como rebaixamento de humor ou agressividade no ambiente de trabalho e no lar, pois embora a pessoa tenha consciência de si, em algumas situações ela pode intensificar essa angústia nas pessoas ao redor. Dessa maneira, o cuidado com a saúde inclui a preocupação com o coletivo, sabendo o quanto isso interfere na qualidade de seus laços sociais’’, diz.

publicidade
publicidade
Ex-Flamengo, Junior Baiano fala sobre o atual momento do rubro-negro carioca
Famílias do Amazonas vão participar de estudo do MS sobre nutrição infantil
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.