Publicidade
Cotidiano
Notícias

No fim do mandato, deputado Marcelo Ramos presta contas na Bola do Eldorado nesta quarta (7)

'Nosso próximo ato será no Terminal 3 [Cidade Nova] na próxima segunda-feira (12)', informou o deputado estadual, que permanece no cargo até o próximo dia 31 de janeiro 07/01/2015 às 10:14
Show 1
Na ocasião, Marcelo Ramos conversou com transeuntes e motoristas
Lucas Jardim Manaus (AM)

O deputado estadual Marcelo Ramos (PSB) prestou contas de seu mandato junto à população à Bola do Eldorado, localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul de Manaus, para prestar contas de seu mandato junto à população. O cargo para qual foi eleito acaba no próximo dia 31 de janeiro.

De acordo com ele, essa prestação de contas é uma tradição que ele realiza desde o seu primeiro mandato de vereador, em 2007. "Essa tradição veio da minha consciência de que todo detentor de cargo público deva prestar contas com o povo. Nossa Constituição prevê que 'todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes', portanto, eu sou um intermediário. O dono do poder é o povo, e me sinto na obrigação de dizer o que fiz em nome dele nesse período", declarou Marcelo.

Para o socialista, seu recente passagem pela Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) foi motivo de bastante orgulho. "Foi o melhor mandato de minha carreira política. Acho que consegui fazer as três coisas que a pessoa investida no cargo de deputado deve fazer, que são: legislar, ser um intermediário entre a população e o Poder Executivo, e fiscalizar os atos desse Poder. Sendo assim, eu saio com a sensação de dever cumprido", ponderou o ex-parlamentar.

Ele destacou alguns dos projetos que marcaram seu mandato, como a pressão para a diminuição do ICMS (Imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação) nos serviços de internet, o bloqueio do aumento do ICMS da gasolina que teria aumentado o preço dela em 2013, e a lei que obriga os recém-nascidos do Estado a fazerem o teste do coraçãozinho.

Na ocasião, além de falar com transeuntes e motoristas, ele distribuiu jornais que resumem os principais pontos de sua gestão. "Vamos distribuir alguns nos principais cruzamentos e terminais da cidade e outros mandaremos por correio. Nosso próximo ato será no Terminal 3 [Cidade Nova] na próxima segunda-feira (12)", concluiu.

Publicidade
Publicidade