Publicidade
Cotidiano
Notícias

Nota fiscal eletrônica é implantada em restaurante de Manaus

A empresa DR2 Mobile produziu um software para a implantação do NFCe, nota fiscal do consumidor eletrônica, em parceria com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) 08/08/2013 às 22:36
Show 1
Parceria de empresa em soluções móveis e Sefaz deu certo e tornou o Amazonas pioneiro na emissão de NFCe
Vinicius Leal Manaus (AM)

Rapidez no atendimento ao consumidor, segurança fiscal eletrônica e redução de custos para estabelecimentos comerciais são alguns dos benefícios já disponíveis aos clientes do restaurante de culinária asiática San Fusion Food, localizado no conjunto Vieiralves, Zona Centro-Sul da capital, que se tornou o primeiro estabelecimento a utilizar a nota fiscal do consumidor eletrônica (NFCe), um software de emissão virtual de cupons fiscais. O lançamento aconteceu na noite desta quinta-feira (8), no próprio restaurante.

A implantação desse novo sistema ocorreu a partir de uma parceria com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-AM), que durante três meses executou um projeto piloto do NFCe com cinco empresas em Manaus para aperfeiçoar o programa. “O Amazonas é pioneiro em emitir a primeira NFCe do País e é pioneiro também pela San ser a primeira empresa a implantá-lo  gratuitamente. A San Fusion Food é a primeira que adere voluntariamente após esse projeto piloto”, informou o secretário da Sefaz-AM, Afonso Lobo.

A empresa desenvolvedora do software NFCe exclusivo para a San Fusion Food foi a DR2 Mobile, quem também implantou no estabelecimento o sistema “Alkanas”, um software de gestão de restaurante que utiliza meios virtuais para ter controle financeiro e de atendimento ao consumidor. “O cliente chega e faz o pedido dele por meio de um tablet localizado sobre a mesa, que possui imagens e informações sobre o cardápio digital, os preços e outras dicas, e esses dados são enviados para um dispositivo móvel na cozinha do restaurante. O Alkanas permite também o controle de estoque e do produto que mais vendeu”, disse o diretor comercial da DR2 Mobile, Leonardo Mene.

Cupom fiscal da DR2
Na forma convencional de emissão de cupons fiscais, os estabelecimentos registram os dados comerciais de clientes e colaboradores em uma impressora fiscal autorizada pela Sefaz-AM que custa cerca de R$ 3.500 e os funcionários da secretaria coletam essas informações pessoalmente. Com o sistema NFCe da DR2, todo o processo passa a ocorrer virtualmente, utilizando apenas um computador, uma conexão à Internet e uma impressora simples.

“Ao ser emitido, o cupom fiscal é enviado automaticamente para um banco de dados na sede da Sefaz. Isso permite diminuição de burocracia e de custos para as empresas”, declarou o Afonso. Conforme ele, um software para utilizar o NFCe será disponibilizado gratuitamente pela Sefaz-AM aos estabelecimentos de Manaus no próximo dia 29 de agosto, por meio uma parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL).


Clientes
Além de um atendimento mais rápido, a utilização do NFCe permitirá que o consumidor manauara acesse suas informações fiscais por e-mail e também preenchendo um espaço com o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) no site da Sefaz-AM. Ao fazer o pagamento de um produto, o número do CPF do cliente será anexado ao cupom fiscal, e isso o auxiliará na consulta de seus dados, que ficarão disponíveis à ele no período de cinco anos após a compra.

Publicidade
Publicidade