Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
show_sisu_57A4401E-3FCA-4006-9C67-1BE359226D6F.JPG
publicidade
publicidade

SISU

Notas de corte do Sisu serão divulgadas em quatro horários devido lentidão

Segundo o MEC, a divulgação da nota de corte para todos os cursos ocorrem às 7h, 12h, 17h30 e 20h


23/01/2019 às 11:34

O Ministério da Educação informou em nota divulgada na noite de hoje (22) que foram adotadas todas as medidas para resolver a lentidão no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O ministério comunicou ainda que as notas de corte de cada curso serão divulgadas em quatro horários.

Nesta tarde, o ministério divulgou as notas de corte de cada curso. No comunicado desta noite, pasta informou que está sendo testada nesta edição a divulgação da nota de corte para todos os cursos em quatro horários: 7h, 12h, 17h30 e 20h. Nas edições passadas, a divulgação ocorria à meia-noite do segundo dia de inscrição. "A divulgação em quatro horários se repetirá até sexta-feira, dia 25. A divulgação da nota de corte à meia-noite será mantida até quinta-feira, dia 24", diz a nota.

As inscrições no Sisu começaram hoje e podem ser feitas até sexta-feira, na página do Sisu. Durante o dia, estudantes reclamaram nas redes sociais da dificuldade em acessar o sistema. Segundo o MEC, a instabilidade foi causada por um grande "volume de acessos espontâneos na rede do MEC. O sistema, que nas edições anteriores, recebia de 25 a 30 mil acessos simultâneos, registrou hoje picos de até 350 mil acessos simultâneos". 

Se o estudante estiver com dificuldade em acessar, a recomendação é que atualize a página de inscrição antes de preencher os dados.

publicidade
publicidade
Ufam inicia período de matrículas online de aprovados no Sisu e PSC 2019
Candidatos na lista de espera do Sisu são convocados a partir de hoje
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.