Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
Lançamento Focus

Novo Focus vem com mais detalhes e tecnologia

Carro chega muito mais rico em detalhes e tecnologia, contudo o preço parte agora de R$ 60 mil na versão hatch



1.jpg A versão S sai de fábrica com itens como controle eletrônico de estabilidade
28/09/2013 às 10:42

A nova geração do Focus ficou mais cara. O preço agora parte de R$ 60.990 na versão hatch 1.6 S. O carro disponível até então começava em R$ 50.100. O novato chega às lojas em outubro.

Na versão 1.6 SE, são R$ 63.990. Com câmbio automatizado, a S sai por R$ 66.990 e a SE, a R$ 69.990. Com o novo motor 2.0 Duratec, que pela primeira vez reúne injeção direta de combustível a tecnologia flexível - são 178 cv com etanol -, a tabela inicial é de R$ 72.990 na versão SE.

A SE Plus sai por R$ 75.990, enquanto a Titanium começa em R$ 79.990 e chega a R$ 87.990.

Sedã

Para o Focus Sedan, o preço inicial é de R$ 69.900 (versão S) e há apenas o motor 2.0. Na geração anterior, a tabela dessa opção era de R$ 57.500.

A versão S sai de fábrica com itens como controle eletrônico de estabilidade. A SE, que acrescenta controlador de velocidade de cruzeiro e traz quatro air bags, começa em R$ 74.990. Com ar-condicionado digital de duas zonas de temperatura, o preço vai a R$ 77.990.

Para a topo de linha Titanium, a tabela é de R$ 81.990. Acrescentando itens como faróis de xenônios e LEDs de uso diurno, o preço vai a R$ 89.990.

Aplicativos

Ainda sobre a Ford, a montadora anunciou que adquiriu a Livio, empresa de Michigan (EUA) especializada em adaptar aplicativos de celular para automóveis. A informação é do site Mashable.

De acordo com o diretor técnico e vice-presidente do Centro de Pesquisa e Inovação da Ford, Paul Mascarenhas, a empresa de 11 funcionários foi comprada por três motivos: trazer a equipe de desenvolvedores de software da Livio, ter acesso ao IP da empresa e promover um único padrão técnico para os aplicativos.

Atualmente, a Ford trabalha com uma ferramenta semelhante, o Ford Sync, função que emparelha dispositivos do carro com o celular, permitindo chamadas de voz, por exemplo. A ideia de Mascarenhas é unir as duas tecnologias para tornar o serviço unificado e mais eficiente. "A padronização de conectividade ajuda a aliviar o trabalho dos desenvolvedores de conteúdo", explica o diretor.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.