Publicidade
Cotidiano
Notícias

Novos shoppings colaboram para a vinda de novas marcas à Manaus

Crescimento do setor de serviços e o interesse do franchising em explorar novos mercados também colaboram para o interesse de novas marcas na capital 04/10/2014 às 15:53
Show 1
Livraria Cultura retorna a Manaus, onde vai instalar sua 20ª loja no Shopping Ponta Negra
Cinthia Guimarães ---

Grandes marcas como MAC, Zara e Livraria Cultura já confirmaram novas lojas em Manaus. São redes de grande apelo comercial, de olho no potencial econômico da cidade, trazendo novas experiências aos consumidores locais que vão ganhar mais dois shoppings no próximo mês (Via Norte e DB), além de outro em 2015 (Shopping das Torres).

No mês de outubro será a vez da marca canadense de maquiagens MAC - queridinha entre blogueiras e mulheres antenadas - aportar no Manauara Shopping. A capital do Amazonas é a segunda do Norte a ganhar uma loja da marca.

Até o final do ano serão 20 novas operações, entre lojas de vestuário feminino e masculino, gastronomia e serviços. Além da MAC, entram na lista Farm, que também estreia em Manaus, Animale, Colcci, Ebenzer e Via Mia. No setor de gastronomia as novas operações são o Fatia Grill e a Creperia Mariposa. E na área de eletrônicos, a LG Mobile Store se destaca.

A Livraria Cultura, forte varejista nacional no segmento papelaria e livros, já está com tapume pronto no Shopping Ponta Negra, mas ainda sem previsão de inauguração. Esta será a 20ª unidade do País, que está nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Ceará, Bahia, Pernambuco e Distrito Federal . O diferencial da Cultura é diversidade em catálogo de livros, que hoje ultrapassa de 8 milhões em acervo, além de promover eventos culturais e artísticos. A loja ainda comercializa DVDs, CDs, eletrônicos, jogos e artigos de papelaria.

Outra gigante do varejo mundial que chegou aqui recentemente foi a loja de departamento Zara, também no Shopping Ponta Negra, pertencente ao grupo espanhol Inditex. No Brasil desde 1999, a rede está expandido suas operações para as praças Norte e Nordeste. Embora aqui ganhe status de grife por conta dos preços elevados, na Europa a Zara funciona como varejo popular, equivalente à Riachuelo e C&A.

“Em Manaus há um interesse grande das redes de capilarizar seu franchising. O movimento natural é as melhores marcas irem para Manaus, alavancado principalmente pela indústria de shopping centers”, avaliou o vice-presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Gustavo Schifino.

Em breve o Ponta Negra também vai receber em suas instalações uma academia de renome nacional, mas o nome ainda não foi divulgado. Das marcas já conhecidas, estreiam no shopping da zona Oeste a Top Internacional, junto com espaço da marca francesa L’Occitane en Provence, que oferece linhas completas de cosméticos e produtos para a casa, e o espaço Swarovski, marca que vende os cristais mais conhecidos no mundo da moda.

Zara

Loja de departamento espanhola chegou a Manaus há um ano.

MAC

Famosa grife de maquiagens avança no Norte do País.

Livraria Cultura

referência no mercado editorial brasileiro com 19 lojas pelo País, em breve com sua 20ª loja em Manaus.

Região Norte é vetor de crescimento

O vice-presidente da ABF, Gustavo Schifino, avalia a região Norte é um importante vetor de crescimento para o Franchising porque há muito espaço para conquistar, principalmente nos segmentos de vestuários, alimentos e microfranquias de serviço. “Hoje a Região Norte representa só 0,1% do total de franquias, é muito menos do que representa do seu PIB (Produto Interno Bruto). Existe um vetor de crescimento muito evidente no franchising que o vetor. O Brasil teve 5,4% de crescimento nesse setor, apesar do PIB negativo. O Norte cresceu 10% em marcas e 18% em unidades”.

Mais do que a prospecção dos grandes varejistas, o interesse do investidor em trazer novas marcas para a sua região é a principal forma de fomentar o comércio. A ABF dispõe de um canal no site www.abf.com.br, onde o potencial empresário faz um contato com as marcas para saber sobre seu plano de expansão. “É comum que seja através do interesse do franqueado ou do operador local. Como os shopping center que procuram o dono da marca para convencê-lo a se instalar na sua localidade”, explica.

O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-M), Ralph Assayag, disse que o consumidor manauara pode esperar novidades com a inauguração de mais três shopping centers, a principal porte de entrada de novas grifes. "Vejo isso como muito bom para o comércio, porque as franquias acabam treinando melhor nossos colaboradores, que se tornam mais profissionalizados. Cada shopping quer trazer novidades para buscar seu diferencial", completou ele sem citar nomes.

Publicidade
Publicidade