Domingo, 19 de Maio de 2019
TRAGÉDIA

Número de mortes provocadas por ciclone em Moçambique supera 400

Região afetada pelo desastre alcança uma superfície de 3.000 quilômetros quadrados. Número de feridos já chegou a 1.528, segundo ministro



000_1EZ30B_D92008AC-988F-44C6-9711-7CD06B82D024.jpg
(Foto: AFP)
AFP
23/03/2019 às 10:06

O balanço do ciclone que devastou Moçambique na semana passada superou 400 mortes, anunciou neste sábado o ministro do Meio Ambiente moçambicano, Celso Correia, que também calculou que a região afetada pelo desastre alcança uma superfície de 3.000 quilômetros quadrados.

"Até o momento tempos 417 mortos e 1.528 feridos", afirmou Celso Correia em Beira, a segunda maior cidade do país, parcialmente devastada na passagem do ciclone Idai.

O balanço anterior em Moçambique citava 293 mortos.

No total, o Idai, que provocou grandes inundações e deslizamentos de terra em Moçambique e no vizinho Zimbábue, deixou pelo menos 676 mortos nos dois países.

"É um desastre natural sem precedentes. A zona afetada (em Moçambique) é de 3.000 quilômetros quadrados. Um desastre que equivale a grandes catástrofes", afirmou Celso Correia.

"Infelizmente, ninguém na região e no mundo consegue prever um desastre de tal magnitude", completou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.