Publicidade
Cotidiano
Homenagem ao ‘mestre’

O ‘Dia do Professor’ homenageia uma das mais importantes profissões da sociedade

Para os professores, a luta é diária com o reconhecimento de salários e melhoria na qualidade de vida. Porém mesmo com tantas dificuldades, o professor confirma a gratificação ao saber que alunos tiveram sucesso na vida 15/10/2016 às 10:38
Show sadhashas
Alunos do 3º ano da Escola Estadual Sant’Ana durante a homenagem ao professor de história, Robert Valois Batista (Fotos: Evandro Seixas)
Isabelle Valois Manaus (AM)

O professor sempre será um dos personagens principais na vida de qualquer pessoa. É neste profissional que encontramos a base de formação e educação de uma nação. No Brasil, neste dia 15 de outubro, a data relembra os profissionais. Boa parte deles afirmam que nunca imaginaram um dia lecionar, mas hoje afirmam que foram escolhidos pela própria profissão.

Para os professores, a luta é diária com o reconhecimento de salários e melhoria na qualidade de vida. Porém mesmo com tantas dificuldades, o professor confirma a gratificação ao saber que os antigos alunos tiveram sucesso na vida e seguem carreira.

A maioria das comemorações deste dia são idealizadas por sindicatos, secretarias de educação e a própria escola. Muitas das vezes os alunos se esquecem e nem realizam a homenagem para os educadores. 

No caso do professor de história, da Escola Estadual Sant’Ana, Robert de Souza Valois Batista, 48, há 20 anos tem ganhado um espaço especial na vida de muitos dos seus alunos. Por ministrar uma disciplina decorativa e de muita leitura, sempre buscou metódos de ensino dinâmicos. Como sempre foi tímido, nunca imaginou que um dia conduziria uma sala de aula, mas a paixão pela história e a necessidade de se ter um curso superior foi bem mais alto que a própria timides. 

“Quando iniciei a graduação sabia que a licenciatura em história tinham dois caminhos, no caso da pesquisa e a licenciatura. Tenho a certeza que escolhi o camiho certo, pois tenho o prazer em tudo que faço, a forma que leciono e principalmente em ver que sempre há alunos empenhados ao conhecimento”, comentou. 

Para Robert, a profissão ainda necessita do reconhecimento e precisa passar por melhorias. “Vivemos em um País que não entende a importância de um professor, não escuta esses profissionais e toma decisões sem ouvir o povo ou as bases inferiores. No caso da história, desde que houe essa mudança do ensino médio, pois hoje o ensino médio é focado no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), se perde a disciplina focada ao Amazonas.

Hoje ainda a colocamos no meio do ensino, mas se continuarmos com essas ideias de mudança, com a retirada de disciplinas importante que fazem o aluno conhecer a sociedade não sei dizer onde a educação irá parar”, detalhou.

Realização e desafios na vida

Desde o ensino médio, a professora de Matemática do Círculo da Matemática, projeto do Instituto TIM, Gabrielle Linhares, 23,  se apaixonou pela licenciatura e decidiu forcar no ramo das Ciências Exatas. Com 22, anos formou em licenciatura em matemática e desde então começou a leceionar. Com um ano de formada, Gabrielle se senti realizada. Sabe dos desafios diário, mas acredita que qualquer professor pode fazer a diferença na vida de qualquer pessoa. 

“Não tem como você não gostar de transmitir algo que você goste. Apesar da desvalorização do profissional hoje, a gratificação de ensinar é bem além de um simples sentimentos, somos pessoas que podemos modelar a futura sociedade”, disse.

Blog
Éverton Moura Arruda 
Mestre em engenharia de Produção

Fui escolhido pela profissão. Cursei publicidade no Rio de Janeiro. Antes de retornar à Manaus, cheguei a trabalhar na área, mas foi com meu retorno que conheci a profissão de lecionar. Via que em Manaus se tinham muitos profissionais atuando na párea que não tinham formação e percebia esta necessidade do conhecimento, foi então que me convidaram para participar da idealização de um curso de comunicação na cidade, depois fui convidado a ser o coordenado e desde então, me envolvi com o ensino e hoje considero gratificante participar da formação de um grupo de profissionais e futuros profissionais. Hoje, em qualquer área de atuação necessita de uma formação acadêmica, local que aprendemos e conhecemos a visão de mundo. É gratificante depara com o aluno em crescimento profissional e principalmente de saber que contribui pra isso. Sempre procuro estimular os alunos ao desempenho de qualquer disciplina, pois em algum momento esta formação servirá no cotidiano. O conhecimento teórico é a base de tudo até para por em prática as novas tecnologias

A origem do Dia do Professor

No dia 15 de outubro de 1827, Dom Pedro I, Imperador do Brasil, decretou uma Lei Imperial responsável pela criação do Ensino Elementar no Brasil.  Porém, só mais tarde, em 1963, a data (15 de outubro) foi oficializada pela lei Decreto Federal 52.682, que, em seu Art. 3º, diz que “para comemorar condignamente o dia do professor.

Publicidade
Publicidade