Publicidade
Cotidiano
18 de MAIO

OAB-AM realiza programação em alusão ao Dia de Combate à Exploração Sexual Infantil

Evento ocorre nesta sexta-feira (19) na Escola Superior de Advocacia (ESA), no bairro Adrianópolis. Programação é gratuita e inclui palestras com autoridades da capital 17/05/2017 às 12:11
Show explracao
Em Manaus houve um crescimento de 30% dos casos em um ano (Foto: Reprodução)
acrítica.com Manaus (AM)

A Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente, da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM), em parceria com a Escola Superior de Advocacia (ESA), realizará, a partir das 14h da próxima sexta-feira (19), uma programação em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio.  A programação será realizada na ESA, localizada na Rua São Benedito, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

O evento é voltado para acadêmicos e contabilizará 10 horas complementares. A programação é gratuita, mas a coordenação do evento pede uma lata de leite que será doada para instituições de acolhimento.

De acordo com a presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente da OAB-AM, Thandra Pessoa de Sena, o objetivo da ação é promover uma discussão para que o assunto venha à tona e colaborar no sentido de mobilizar a sociedade para que façam as denúncias nos Conselhos Tutelares, por meio do Disque 100.

“É de extrema importância discutir essas situações de abuso e exploração sexual infantil que vêm acontecendo de forma alarmante em nosso estado. As denúncias crescem a cada ano”, destacou Thandra. 

A advogada ressalta que os dados da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) mostram um crescimento de 30% dos casos em um espaço de apenas um ano. Em 2015, ocorreram 336 casos de vítimas de abuso e 55 de exploração sexual. Em 2016, o número de casos de abuso foi para 443 e os de exploração sexual para 81.

Programação

A programação inicia às 14h com palestras com a presença da Delegada Titular da Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente, Juliana Tuma; do Defensor Público Especializado em Infância e Juventude, Mário Wu; da Juíza titular da Vara Especializada em Crimes Contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes, Patrícia Chacon, além do Deputado Luiz Castro, que faz parte da Frente Parlamentar de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Criança e Adolescente (FRENPAC).

Publicidade
Publicidade