Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Notícias

Olarias de Iranduba/AM amargam prejuízos devido constante falta de energia

Sindicato das Indústrias de Olaria do Amazonas eclama que as quedas de energia elétrica vem prejudicando a produção do setor e a emissão de nota fiscal



1.jpg Olarias chegaram a ficar 12 horas ser energia elétrica e deixaram de produzir milhares de tijolos no período
03/01/2015 às 11:39

As olarias do município de Iranduba estão sofrendo uma grande crise de fornecimento de energia. As informações são do vice-presidente do sindicato das Indústrias de Olaria do Amazonas (SINDCER/AM), Sandro Santos. Os problemas de fornecimento começaram no sábado, dia 20 de dezembro. Eles ficaram sábado (20) e domingo (21) durante cinco horas sem energia. Na segunda e terça seguintes, quatro horas. Mas o pior foi na véspera de Natal e no Natal, respectivamente, ficaram seis e 12 horas sem energia. As empresas Cerâmica Rio Negro e Cerâmica Montemar contabilizaram aproximadamente 12 horas sem o serviço. E nos últimos dias, picos de energia tem atrapalhado o serviço do setor.

A concessionária de energia foi procurada pelo vice-presidente e informou que estava fazendo “manutenção sem desconforto” na área, ou seja, outro equipamento estaria suprindo a demanda e por isso não havia problemas desse tipo. Mas, essa não é a realidade vivida pelas olarias. Segundo Sandro, pelo contrato firmado com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), eles teriam que ser avisados sobre quaisquer mudanças no fornecimento de energia.



“Fomos informados que o equipamento não tem boa qualidade e os fios são de baixa tensão, causando rompimento de cabos e queima dos cabos de distribuição”, disse Sandro. Se as máquinas funcionarem durante o período de queda de energia podem sobrecarregar os cabos causando queimas e maiores prejuízos, conforme relatou o sindicalista.

Os prejuízos na Cerâmica Montemar chegam a 300 mil tijolos. A produção diária da empresa é entre 50 a 60 mil tijolos. Sem energia, não tem como emitir nota fiscal e os serviços ficam atrasados. E na são só as olarias que sofrem. As comunidades do Ariaú, Limão, Serra Baixa e Ubim ficaram 12 horas sem energia no feriado de Natal.

A Eletrobras Amazonas Energia informou, por meio de nota, que após o ocorrido equipes foram enviadas ao local para fazer a manutenção nos circuitos de 13,8kV (quilovolts) e 69kV. Uma subestação móvel foi enviada para atender a demanda e normalizar o serviço. O prazo para o término da manutenção e melhorias na rede de energia elétrica é de 20 dias. As ocorrências devem ser informadas pelo número 0800-701-3001.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.