Publicidade
Cotidiano
Notícias

Olarias de Iranduba/AM amargam prejuízos devido constante falta de energia

Sindicato das Indústrias de Olaria do Amazonas eclama que as quedas de energia elétrica vem prejudicando a produção do setor e a emissão de nota fiscal 03/01/2015 às 11:39
Show 1
Olarias chegaram a ficar 12 horas ser energia elétrica e deixaram de produzir milhares de tijolos no período
Priscila Rosas Iranduba (AM)

As olarias do município de Iranduba estão sofrendo uma grande crise de fornecimento de energia. As informações são do vice-presidente do sindicato das Indústrias de Olaria do Amazonas (SINDCER/AM), Sandro Santos. Os problemas de fornecimento começaram no sábado, dia 20 de dezembro. Eles ficaram sábado (20) e domingo (21) durante cinco horas sem energia. Na segunda e terça seguintes, quatro horas. Mas o pior foi na véspera de Natal e no Natal, respectivamente, ficaram seis e 12 horas sem energia. As empresas Cerâmica Rio Negro e Cerâmica Montemar contabilizaram aproximadamente 12 horas sem o serviço. E nos últimos dias, picos de energia tem atrapalhado o serviço do setor.

A concessionária de energia foi procurada pelo vice-presidente e informou que estava fazendo “manutenção sem desconforto” na área, ou seja, outro equipamento estaria suprindo a demanda e por isso não havia problemas desse tipo. Mas, essa não é a realidade vivida pelas olarias. Segundo Sandro, pelo contrato firmado com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), eles teriam que ser avisados sobre quaisquer mudanças no fornecimento de energia.

“Fomos informados que o equipamento não tem boa qualidade e os fios são de baixa tensão, causando rompimento de cabos e queima dos cabos de distribuição”, disse Sandro. Se as máquinas funcionarem durante o período de queda de energia podem sobrecarregar os cabos causando queimas e maiores prejuízos, conforme relatou o sindicalista.

Os prejuízos na Cerâmica Montemar chegam a 300 mil tijolos. A produção diária da empresa é entre 50 a 60 mil tijolos. Sem energia, não tem como emitir nota fiscal e os serviços ficam atrasados. E na são só as olarias que sofrem. As comunidades do Ariaú, Limão, Serra Baixa e Ubim ficaram 12 horas sem energia no feriado de Natal.

A Eletrobras Amazonas Energia informou, por meio de nota, que após o ocorrido equipes foram enviadas ao local para fazer a manutenção nos circuitos de 13,8kV (quilovolts) e 69kV. Uma subestação móvel foi enviada para atender a demanda e normalizar o serviço. O prazo para o término da manutenção e melhorias na rede de energia elétrica é de 20 dias. As ocorrências devem ser informadas pelo número 0800-701-3001.

Publicidade
Publicidade