Publicidade
Cotidiano
Combate

Operação Ágata 11 apreende cinco veículos irregulares no interior do Amazonas

Quatro motos e um veículo sem documentação foram retidos pelas Forças Armadas em Santa Isabel do Rio Negro. Ação tem o objetivo de combater crimes como narcotráfico e contrabando nas regiões de fronteira 16/06/2016 às 16:23 - Atualizado em 16/06/2016 às 17:27
Show exercito
Forças Armadas fiscalizam embarcações e veículos em Santa Isabel do Rio Negro (Foto: Régis Góes/Freelancer)
Regis Góes Santa Isabel do Rio Negro (AM)

Em poucos dias, cinco apreensões foram registradas pela Operação Ágata 11, realizada no município de Santa Isabel do Rio Negro (a 720 quilômetros de Manaus). Quatro motocicletas e um carro foram apreendidos por falta de documentação. As abordagens estão sendo realizadas nas principais comunidades e rios da região. O objetivo da operação é combater crimes como narcotráfico e contrabando.

A operação iniciou na segunda-feira (13). Cerca de 60 militares do 3º Batalhão de Infantaria da Selva (BIS) participam da Operação Ágata, prevista para se encerrar no dia 22 de junho. 

Segundo informações do município, cinco veículos foram apreendidos por estarem irregulares. “Nós fazemos orientações no trânsito. Sabemos da dificuldade de muitos motoristas para regulamentar os documentos, no entanto, os condutores têm que ter pelo menos a documentação do veiculo. Sem isso é claro que pode haver irregularidade”, disse o comandante da operação, capitão Diego Medeiros.

Forças Armadas

Como a operação se desenvolve ao longo de toda a fronteira terrestre, as tropas contarão com centros montados nos Comandos Militares da Amazônia (CMA), em Manaus (AM); do Oeste (CMO), em Campo Grande (MS); do Norte (CMN), em Belém (PA); e do Sul (CMS), em Porto Alegre (RS).

Nesses locais, atuarão conjuntamente militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira (FAB). A Marinha empregará, durante toda a Ágata, navios patrulha fluvial e de assistência hospitalar, helicópteros, lanchas, balsas e agências escola flutuantes.

Participam da operação os Distritos Navais das cidades envolvidas, capitanias, agências, delegacias e destacamentos fluviais e grupamento de fuzileiros navais. Já o Exército atuará no período da operação com efetivo de brigadas e batalhões.

Olimpíadas

A Ágata 11 acontece às vésperas dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Em função do evento, o Ministério da Defesa optou por uma mobilização que envolvesse toda a faixa de fronteira terrestre, assim como ocorreu na época da Copa do Mundo de futebol.

Publicidade
Publicidade