Publicidade
Cotidiano
Notícias

Operação aponta que empresários e comerciantes de Coari revendem carros roubados no município

De acordo com o delegado da DERFV, Péricles Rodrigues do Nascimento, “empresários e comerciantes dos municípios são os responsáveis por revender os veículos por preços mais atrativos e em conta”  27/01/2016 às 19:20
Show 1
O delegado informou, ainda, que a delegacia já tem informações de como as quadrilhas especializadas neste tipo de crime atuam, roubando os veículos em Manaus e os distribuindo para vários municípios do interior do Estado do Amazonas
Rafael Seixas Manaus (AM)

Uma quadrilha de Manaus está enviando veículos roubados ao município de Coari (distante a 363 quilômetros da capital) para serem revendidos por preços abaixo do valor de mercado. Isso foi o que apontou a ação conjunta realizada, desde a última segunda-feira (25), pela Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos (DERFV), Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM) e a Prefeitura Municipal de Coari.

De acordo com o delegado da DERFV, Péricles Rodrigues do Nascimento, responsável pela operação, cinco pessoas foram presas em flagrante em poucas horas de trabalho. Ao todo, 12 veículos roubados foram apreendidos.

“Realizamos cinco prisões em flagrante e alguns indiciamentos de pessoas que não localizamos dentro dos veículos, por isso não foi possível dar o flagrante. Foram apreendidos sete carros pequenos e cinco picapes”, disse.

O delegado informou, ainda, que a delegacia já tem informações de como as quadrilhas especializadas neste tipo de crime atuam, roubando os veículos em Manaus e os distribuindo para vários municípios do interior do Estado do Amazonas, e começam a traçar planos para brecar os criminosos.

“Um grupo criminoso de Manaus rouba os carros, outro compra e distribui aos municípios. Os responsáveis pela distribuição compram os carros roubados por valores baixos, os colocam em balsas e levam ao interior. Empresários e comerciantes dos municípios são os responsáveis por revendê-los por preços mais atrativos e em conta”, explicou.

O tráfico de drogas também tem ligação com o roubo de veículos na área. Segundo o delegado, alguns dos automóveis apreendidos estavam em posse de pessoas que teriam ligação com o tráfico de drogas da região.

“O tráfico de drogas é algo que está em todos os municípios do Amazonas. Alguns desses veículos estavam com traficantes de Coari. Fizemos apenas cinco flagrantes, pois os que tinham ligação com o tráfico de drogas abandonaram os carros [provavelmente quando tiveram conhecimento da operação] e por isso não foi possível fazer o flagrante. Já estamos estudando fazer outra operação para apreender, além dos carros, motocicletas”, informou.

Conforme o delegado, os veículos apreendidos em Coari serão periciados, para depois serem deslocados até Manaus e devolvidos aos seus verdadeiros donos. 

Posicionamento da prefeitura

Em nota, o prefeito de Coari, Raimundo Magalhães, disse não ter o menor conhecimento que veículos roubados estavam circulando na cidade e sendo comercializados. Ele lembrou que foi através de sua solicitação que foi enviada a  Coari, por meio da SSP-AM, uma força-tarefa para combater o crime organizado.

De acordo com o gestor do município, ele foi informado que os investigadores já têm informações de pessoas em Coari suspeitas de envolvimento no roubo de carros em Manaus e comercialização desses veículos em vários municípios do interior.

“Estamos preocupados com a crescente onda de violência na cidade. Mesmo a segurança pública sendo de competência do Governo do Estado, nós estamos fazendo a nossa parte, tanto que a prefeitura de Coari tem financiado a logística, a alimentação e a estada dos policiais militares, bem como fretamento de aeronaves para a manutenção do efetivo no município”, explicou o prefeito.

Publicidade
Publicidade