Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2020
PLANEJAMENTO

Operação Enem 2017 vai envolver mais de 500 servidores da segurança no AM

A primeira etapa da prova acontece no domingo, 5 de novembro, e a outra fase no domingo dia 12. O Amazonas registrou 165 mil inscrições confirmadas, segundo o Inep



enem4.JPG O planejamento estratégico da “Operação Enem 2017” visa garantir a segurança de organizadores e participantes do exame (Foto: Agência Brasil)
31/10/2017 às 14:59

Mais de 500 servidores da segurança pública do Amazonas estão envolvidos na operação para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que ocorrem nos dois próximos fins de semana. Os órgãos estaduais de Segurança Pública se reuniram na manhã desta terça-feira (31/10), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Aleixo, zona sul de Manaus, para tratar da última etapa da operação em todo o Estado.

A primeira etapa da prova acontece no domingo, 5 de novembro, e a outra fase no domingo dia 12. O Amazonas registrou 165 mil inscrições confirmadas, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).



O planejamento estratégico da “Operação Enem 2017” visa garantir a segurança de organizadores e participantes do exame.  O principal objetivo é de garantir o policiamento ostensivo, além de evitar transtornos, e que o evento ocorra sem prejuízos para os participantes.

Segundo o coronel da Polícia Militar, George Feitosa, responsável pela operação do Enem no Amazonas, o trabalho envolve desde a escolta do deslocamento das provas até a Central de Armazenamento dos Correios até a distribuição dos exames nos 55 municípios do Estado, onde haverá a aplicação dos exames.

Estão envolvidos no trabalho as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros, Manaustrans, Correios, INEP e Polícia Federal.

*Com informações de assessoria de imprensa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.