Ruptura institucional

Oposição na Guiné anuncia golpe de estado e dissolução de instituições

Forças de elite afirmam, em vídeo, que   "capturaram" o presidente Alpha Condé; Ministério da Defesa disse que frustrou a tentativa de golpe

AFP
05/09/2021 às 13:18.
Atualizado em 09/03/2022 às 00:27

(Reprodução/Twitter)

As forças de elite da Guiné afirmaram neste domingo (5) que "capturaram" o presidente Alpha Condé e "dissolveram" as instituições, em um vídeo enviado para um jornalista da AFP, enquanto o Ministério da Defesa garante ter conseguido frustrar a tentativa de golpe.

"Decidimos, depois de prender o presidente, que atualmente está conosco (...), suprimir a Constituição em vigor, dissolver as instituições, e também o governo, assim como fechar fronteiras terrestres e aéreas", declarou um dos golpistas, em um comunicado publicado nas redes sociais, não transmitido em cadeia nacional.

Intensos disparos de armas automáticas ressoavam na manhã deste domingo (5/9) no centro de Conakri, capital da Guiné, tomada por vários soldados - relataram diferentes testemunhas à AFP. 

A tensão ocorre no centro de Conakri, onde estão a sede da presidência, demais instituições do governo e os centros financeiros.

As autoridades deste país da África Ocidental ainda não se pronunciaram sobre o ocorrido.

Em entrevista por telefone à AFP, sob anonimato, moradores disseram ter visto vários soldados pedindo aos moradores que voltassem para suas casas. 

Há meses, este país, um dos mais pobres do mundo, apesar de suas consideráveis reservas minerais e hidrológicas, sofre profundas crises políticas e econômicas, agravadas pela pandemia da covid-19. 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por