Quarta-feira, 27 de Maio de 2020
Notícias

Oposição quer acelerar ritmo de trabalho da CPMI da Petrobras

O principal objetivo do grupo, que está reunido a portas fechadas na sala da liderança do PPS na Casa, é encontrar uma forma para aprovar os mais de 400 requerimentos que foram apresentados no colegiado



1.gif Câmara dos Deputados em Brasília, no Distrito Federal

Líderes da oposição na Câmara tentam definir hoje (18) uma estratégia para mudar o ritmo e de trabalho na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, diante da nova fase da Operação Lava-Jato da Polícia Federal que resultou na prisão de mais de 20 pessoas nos últimos dias, entre executivos e empresários de grandes empreiteiras. O principal objetivo do grupo, que está reunido a portas fechadas na sala da liderança do PPS na Casa, é encontrar uma forma para aprovar os mais de 400 requerimentos que foram apresentados no colegiado.

No topo da lista que está sendo estudada pelos líderes Rubens Bueno (PPS-SP), Antonio Imbassahy (PSDB-BA), Mendonça Filho (DEM-PE) e por outros deputados como Nilson Leitão (PSDB-MT), Izalci (PSDB-DF) e João Dado (SD-SP), estão a convocação do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, acusado pelo ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, durante delação premiada, de receber propinas de contratos firmados pela empresa pública.



Outro nome que a oposição prioriza é o do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, acusado de mediar contatos entre operadores do doleiro Alberto Youssef e o Fundo de Pensão dos Empregados da Petrobras, o Petros.

Os requerimentos também envolvem políticos como o ministro Paulo Bernardo, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e deputados, como Luiz Argôlo (SD-BA), que teve o pedido de cassação de mandato aprovado pelo Conselho de Ética no final de outubro. Além de ouvir essas pessoas, a oposição também quer aprovar a quebra de sigilo das empreiteiras ligadas ao esquema de lavagem de dinheiro.

Parlamentares da CPMI têm reunião marcada para a tarde de hoje no Senado. A ideia da oposição é começar a colocar a estratégia em prática no encontro das 14h30.

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.