Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Olimpíada

Órgãos divulgam balanço geral da Operação Jogos Olímpicos em Manaus

Na avaliação do secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, não houve nenhuma ocorrência relevante que pudesse prejudicar o trabalho de segurança, defesa e inteligência



opera__o.JPG Balanço geral foi divulgado na manhã desta quinta-feira (11), no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), na Zona Centro-Sul (Foto: Antônio Menezes)
11/08/2016 às 11:38

“Não tivemos nenhuma ocorrência relevante que pudesse prejudicar o nosso trabalho de segurança, defesa e inteligência. Foi tudo muito tranquilo. Eu diria que alcançamos o nosso objetivo”, disse o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, durante a divulgação do balanço geral da Operação Jogos Olímpicos 2016, em Manaus, que ocorreu na manhã desta quinta-feira (11), no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), na Zona Centro-Sul.

Conforme Fontes, durante os últimos 15 dias foram feitas 22 varreduras, 81 escoltas terrestres e sete fluviais, além de 407 vistorias em veículos e 830 em embarcações, sendo que 14 foram apreendidas e 10, notificadas. Também foram registradas 211 ocorrências administrativas e 106 operacionais. “Nossa produtividade foi alta. O trabalho foi feito no regime de 24 horas e não acabou porque ainda temos uma delegação na cidade. A Colômbia só vai nos deixar amanhã”, ressaltou.

Ao todo, a Operação Jogos Olímpicos 2016, em Manaus, envolveu em torno de 50 órgãos das esferas Federal, Estadual e Municipal. Mais de 17 mil pessoas “trabalharam intensamente para fazer a segurança da Olimpíada”, conforme o secretário de Segurança Pública. Ele inclusive agradeceu a todos os homens e mulheres que participaram “dos esforços para que tudo ocorresse bem na nossa terra novamente”, a exemplo da Copa do Mundo 2014.

“Fizemos muito bonito e cumprimos nossa missão. Eu quero agradecer imensamente do oficial general mais graduado ao nosso voluntário mais jovem que participou da Operação Jogos Olímpicos 2016, em Manaus. Agradeço em meu nome e no nome do Governo do Estado do Amazonas e da sociedade que foi a maior beneficiaria com esse esforço todo. Obrigada a todos!”, disse Sérgio Fonte. “Nós nos encontramos satisfeitos porque alcançamos nosso objetivo”, concluiu.  

Para o chefe do Centro de Operações do Comando Militar da Amazônia (CMA), Antônio Manuel Barros, a operação de segurança, defesa e inteligência foi coberta de pleno êxito. “Tudo o que foi planejado foi executado e todos os ajuste necessários e normais também foram executados. Estamos muito satisfeito pelo envolvimento e pela possibilidade de colaborarmos com este evento baseado em inúmeros protocolos na esfera federal, estadual e municipal”, pontuou.

O secretário executivo adjunto de Planejamento e Gestão Integrada da Secretária de Segurança Pública (SSP-AM), Dan Câmara, ressaltou que dois Centros Integrados de Comando e Controle, além do CICC-AM, continuam ativos: o do Hotel Tropical e o do Live Site, ambos na Ponta Negra, Zona Oeste. “O primeiro ficará ativo até a saída da delegação da Colômbia e o segundo até a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos 2016, no dia 21”, salientou.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.