Publicidade
Cotidiano
Eleições 2016

Órgãos públicos anunciam ações que serão implantadas neste domingo (02), em Manaus

Segundo o Sinetram, os eleitores terão transporte gratuito de 4h às 19h e o sistema irá operar com 220 linhas e 1,4 mil ônibus. A partir das 19h01 os usuários terão que pagar o valor da tarifa normal de R$ 3 01/10/2016 às 10:24
Show 1142505
Ônibus grátis vão circular de 4h até às 19h para atender o manauense (Arquivo/AC)
Alik Menezes Manaus (AM)

O domingo de votação em Manaus terá esquema de segurança integrado, transporte gratuito,  intervenções no trânsito em áreas próximas aos colégios eleitorais, operações da “Lei Seca” e de limpeza logo após a realização da votação, em Manaus. 

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), os eleitores terão transporte gratuito de 4h às 19h e o sistema irá operar com 220 linhas e 1,4 mil ônibus (frota de dia útil). A partir das 19h01 os usuários terão que pagar o valor da tarifa normal de R$ 3 em dinheiro ou cartões passa fácil. 

Até a última eleição a gratuidade se estendia até meia noite, mas este ano a mudança ocorreu por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). O superintendente Municipal de Transportes Urbanos, Thiago Balbi, destacou que a gratuidade não se estende  às modalidades de transporte alternativo e executivo. “Teremos 60 fiscais em todos os terminais de integração e  de linhas para acompanhar a saída dos veículos e garantir que a população tenha o serviço da melhor forma, conforme o que foi acordado com as empresas”, afirmou Balbi. 

Monitoramento

Na área da segurança e fiscalização, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) vai atuar com ações integradas com a Polícia Militar e Polícia Civil, além dos demais órgãos que fazem parte do Sistema de Integrado de Comando e Controle (SICC). As ações de monitoramento terão o objetivo de coibir crimes eleitorais, como propaganda irregular, compra de votos e segurança da população. 

De acordo com a SSP, haverá também ações nos municípios por meio de tropas da Polícia Militar, que foram enviadas até o final de setembro. No total, aproximadamente de 1.750 policiais militares devem atuar durante o pleito no Estado, sendo que 900 no interior e 850 na capital. Já as Forças Armadas vão atuar em 231 postos de votação da capital e em cerca  de 25 municípios do interior, além de dar apoio logístico aos TRE .  

O Departamento Estadual  de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) também vai realizar fiscalizações, tendo foco na fiscalização da “Lei Seca”, que  inicia às 22h deste sábado  e encerra às 18h de domingo. O Departamento vai realizar blitzes em vários pontos da cidade.  

Lei Seca

A portaria que proíbe a venda de bebidas alcóolicas neste ano sofreu uma alteração. Agora a venda está liberada até as 22h de hoje e, no domingo, depois das 18h.

Arsam faz fiscalização

Os eleitores amazonenses, que se deslocarão aos municípios de origem para votação terão a segurança de seus trajetos reforçada pela fiscalização da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam). Os principais pontos de abordagem serão na rodoviária Huascar Angelim, nas rodovias BR 174, AM-010 e ponte Rio Negro.

Publicidade
Publicidade