Sábado, 24 de Agosto de 2019
Notícias

Paciente suspeito de infecção por ebola já está no Instituto Evandro Chagas, no Rio de Janeiro

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio informou que está trabalhando de acordo com determinações do Ministério da Saúde para manter as unidades de saúde em alerta para a possível identificação de sintomas relacionados ao vírus ebola



1.jpg O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, diz que o Instituto Nacional de Infectologia, no Rio, será o hospital de referência para tratar eventuais casos de ebola no País
10/10/2014 às 09:43

O paciente, de 47 anos, considerado suspeito de infecção por ebola, já está na Fundação Oswaldo Cruz, em Maguinhos. Ele foi transferido, de avião, de Cascavel (PR) para a cidade do Rio de Janeiro nesta manhã de sexta-feira (10). Uma ambulância do Serviço de Assistência Móvel de Urgência (Samu) e uma equipe do Corpo de Bombeiros acompanharam o paciente da Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador, até a unidade de saúde. Ele ficará internado no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, referência nacional para casos de ebola.

O homem suspeito de infecção pelo vírus ebola chegou recentemente da Guiné - um dos três países que concentram o surto da doença na África, juntamente com a Libéria e Serra Leoa -, com o vôo fazendo escala no Marrocos, chegou ao Brasil no dia 19 de setembro e relatou ter apresentado febre nos últimos dois dias. Até o início da noite de ontem (9), ele estava subfebril e não apresentava hemorragia, vômitos ou quaisquer outros sintomas, considerados típicos da doença.

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio informou que o Rio de Janeiro está trabalhando de acordo com determinações do Ministério da Saúde para manter as unidades de saúde em alerta para a possível identificação de sintomas relacionados ao vírus ebola. Um plano de contingência já foi elaborado em parceria com as secretarias municipais de Saúde, Corpo de Bombeiros e Fiocruz. Há equipamentos de proteção individual (EPIs) estocados para os profissionais de saúde.

Em caso de suspeita de paciente com o vírus, ele será encaminhado pela unidade de emergência em que for atendido para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (Fiocruz), que é a unidade de saúde de referência para isolamento e início dos cuidados médicos adequados. O ebola é uma doença de notificação compulsória imediata, que deve ser realizada pelo profissional de saúde ou pelo serviço que prestar o primeiro atendimento ao paciente, pelo meio mais rápido disponível, de acordo com a Portaria nº 1.271, de 6 de junho de 2014. Todo caso suspeito deve ser notificado imediatamente às autoridades de saúde das secretarias municipais, estaduais e à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

O Continente Africano registra surtos de ebola desde 1976. Entre os sintomas estão hemorragia, vômito e febre. A doença só é transmitida por meio do contato com o sangue, tecidos ou fluidos corporais de indivíduos doentes, ou pelo contato com superfícies e objetos contaminados. O vírus é transmitido quando surgem os sintomas.

UPA será liberada ainda hoje

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Cascavel (PR) que atendeu o paciente  deve ser liberada para atendimento à população às 13h de hoje (10). A informação é da prefeitura de Cascavel. De acordo com o comunicado, uma reunião entre uma equipe do Ministério da Saúde e outros órgãos ligados à saúde, nesta manhã, decidiu pela liberação da UPA, que estava mantida em isolamento. A unidade deve passar por uma higienização total antes da reabertura.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a orientação do governo federal é que os pacientes que estavam em observação na UPA poderão ser liberados, de acordo com o estado de saúde. A equipe de saúde que estava de plantão e ficou isolada na unidade também será liberada. Todos serão monitorados, por 21 dias, período de incubação do vírus do ebola. De acordo com o ministério, ele está em bom estado geral e é mantido em isolamento total no Hospital Nacional de Infectologia, no Rio de Janeiro.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.