Publicidade
Cotidiano
SAÚDE

Pacientes de nove estados recebem ajuda da Lacc para o tratamento contra o câncer

A maior parte deles foi beneficiada com o custeio de aluguéis sociais e recebimento de cestas básicas sortidas, dois dos principais projetos permanentes da ONG 08/02/2017 às 15:44 - Atualizado em 08/02/2017 às 15:44
Show dsf
O presidente da Liga, mastologista Jesus Pinheiro (Foto: Divulgação)
acritica.com

A Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc), entidade de cunho filantrópico, beneficiou, ano passado, pacientes oncológicos oriundos de pelo menos 70 municípios brasileiros, divididos em nove estados, e que buscaram tratamento especializado contra o câncer na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), em Manaus. São eles: Amazonas, Pará, Piauí, Roraima, Acre, Ceará, Pernambuco, Goiás e São Paulo.

A maior parte deles foi beneficiada com o custeio de aluguéis sociais e recebimento de cestas básicas sortidas, dois dos principais projetos permanentes da ONG. “Foram 358 famílias diretamente auxiliadas através dessas ações, especificamente, mas quando falamos dos demais projetos da Lacc, o alcance é muito maior”, relatou o presidente da Liga, mastologista Jesus Pinheiro. De acordo com ele, cerca de 300 lanches são distribuídos, diariamente, na FCecon, a pacientes que aguardam por atendimento ambulatorial. Além disso, outros projetos desenvolvidos pela ONG, ampliam o campo de ação da entidade.

“Fazemos, diariamente, o transporte de pacientes do domicílio ao hospital para tratamento de radioterapia e quimioterapia; damos suporte ao Serviço de Terapia da Dor e Cuidados Paliativos do hospital, cedendo um veículo nosso para transportar as equipes multidisciplinares para atendimento de pessoas debilitadas em casa; atuamos na área da prevenção, desenvolvendo campanhas em parceria com a FCecon e custeamos passagens a moradores do interior do Amazonas, que precisam vir a Manaus com certa frequência, para dar continuidade ao tratamento”, frisou Pinheiro.

Ele destaca que a ONG, que vive de doações da sociedade civil, via call center, passa por dificuldades financeiras, em função da crise econômica que se instalou no País, e que comprometeu também a receita da entidade. “Por isso, reforçamos o pedido à população que nos ajude a ampliar nossas ações, aderindo às doações. Basta ligar nos telefones da Lacc ( 2101-4949 e 2101-4900) e fazer um agendamento que nossos mensageiros vão buscar o valor em local combinado. Essa ajuda faz toda a diferença a quem precisa”. Além do call center, a Liga Amazonense Contra o Câncer conta, ainda, com uma conta bancária no Bradesco, para receber transferências diretas ou depósitos bancários - conta-corrente 691.017-3, agência 0482-0, CNPJ 044991820001-48.

“Nossa expectativa é conseguir colocar em funcionamento, neste ano, nossa hospedaria, situada na sede da Lacc (rua Padre Manoel de Nóbrega, Dom Pedro), que está 100% mobiliada, e que depende apenas da ampliação da nossa arrecadação para passar a receber pacientes oncológicos que não têm onde ficar em Manaus”, concluiu Pinheiro.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade