Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021
Saúde

Pacientes recuperados de quadros graves de Covid-19 podem necessitar de fisioterapia, alerta especialista

Alguns indivíduos que são internados podem sair do hospital com sequelas neurológicas, fraqueza muscular e dores pelo corpo



WhatsApp_Image_2021-09-02_at_17.27.22_D9011D0B-51DA-48F0-BE7D-F73ADE10BB57.jpeg Foto: Divulgação
02/09/2021 às 20:09

O conhecimento sobre a covid-19 evolui com a pandemia, que já soma mais de 17 meses desde o decreto oficial da Organização Mundial de Saúde (OMS).  Apesar de o coronavírus causar sintomas brandos na maior parte das pessoas, há uma parcela que encara a versão grave da doença e precisa de intervenções hospitalares. Para essas pessoas, os problemas não acabam quando o vírus some do organismo. Alguns indivíduos que são internados podem sair do hospital com sequelas neurológicas, fraqueza muscular e dores pelo corpo.

“Nos pacientes com quadros mais graves, que precisaram de internação hospitalar, os sintomas mais comuns após a alta, são: fadiga, cansaço, fraqueza, falta de ar (ou respiração curta), comprometimento pulmonar e/ou renal persistente, perda de paladar e olfato (temporária ou duradoura), dores de cabeça, dores e/ou fraqueza musculares, dificuldades de linguagem, raciocínio/concentração e memória, insônia, depressão e ansiedade e agravamento de doenças preexistentes”, destaca fisioterapeuta Anne Karollyne Lopes.

A doença atinge diversos órgãos, mas sem dúvida, o mais acometido pelo Covid-19, são os pulmões, onde há a dificuldade da realização das trocas gasosas; o que explica a “falta de ar”.

E se teve algo que a pandemia do coronavírus trouxe foi a percepção da importância da fisioterapia. No Brasil, é uma área "nova" da ciência, com o primeiro curso, técnico, criado em 1951. Só em 1969 é que a fisioterapia foi reconhecida como um curso de nível superior.

“A Fisioterapia inicialmente mais voltada para a parte respiratória, durante o período ‘ativo’ da doença, tem o intuito de amenizar os efeitos da evolução da mesma, auxiliando na recuperação da capacidade respiratória e protegendo os pulmões da fadiga e perda de funções”, explica Anne Karollyne

A fisioterapeuta explica que quando os sintomas são leves/moderados, o tratamento consiste em exercícios respiratórios, manobras específicas para expansão pulmonar, liberação de secreções dos pulmões, podendo estar associado a um suporte de baixo fluxo de oxigênio e VNI (ventilação não invasiva); já nos casos mais graves, em que geralmente é submetido à intubação, e necessita de VMI (ventilação mecânica invasiva), é necessário expertise e uma variedade maior de técnicas e aparelhos, associados a suplementações mais intensas de oxigênio,  para otimizar as trocas gasosas e o bom funcionamento pulmonar.

A partir de qual momento deve introduzir a fisioterapia?

“Não só no Covid-19, a fisioterapia é sempre uma ótima indicação, pois atua na prevenção, diagnóstico, reabilitação e até cura de algumas doenças, mas quando se pensa em Covid-19, a presença de um profissional é importante desde o primeiro momento do diagnóstico até a recuperação após a alta hospitalar”, destaca Anne Karollyne, da Audimed Saúde.

Quem precisa de fisioterapia no pós-covid-19?

Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de 40% a 50% dos pacientes que tiveram Covid-19 e foram curados, continuam com algum sintoma ou desenvolvem novos problemas ligados à doença. “Quanto maior o comprometimento e período de internação, maiores serão essas sequelas, e consequentemente maior a necessidade de um acompanhamento fisioterapêutico individualizado, abrangendo tanto técnicas motoras quanto respiratórias”.

Quando posso fazer os exercícios sozinho em casa?

Não custa reforçar: os casos mais graves exigem obrigatoriamente um monitoramento profissional. “Não aconselho esses pacientes a se arriscarem a fazer exercícios sozinhos, pois além de precisarem de exercícios globais, que ativem o corpo inteiro, precisam também de monitorização da frequência cardíaca e respiratória, saturação de oxigênio e pressão arterial no momento dos exercícios”.



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.