Terça-feira, 25 de Junho de 2019
Notícias

Padrasto é preso acusado de estuprar enteada de 6 anos em Iranduba (AM)

De acordo com informações da 31ª Delegacia de Polícia, no município, o crime ocorreu na última terça-feira (24), quando o padrasto e a criança estavam sozinhos em casa



1.jpg A pequena vítima está internada e vai passar por cirurgia, em Manaus
26/07/2012 às 17:33

A polícia do município de Iranduba (distante a 27 km de Manaus) prendeu, na noite desta  quinta-feira (25), o agricultor Alexandre Moraes Gomes da Silva, 19, suspeito de estuprar a própria enteada, uma menina de seis anos de idade. O crime ocorreu no Distrito de Cacau Pirera, localidade do município vizinho da capital.

De acordo com informações do titular da 31ª Delegacia de Polícia, José Elcy Barroso Braga, o crime ocorreu na última terça-feira (24), quando o padrasto e a criança estavam sozinhos em casa. “A mãe não estava em casa e quando chegou percebeu que tinha acontecido algo de anormal com a filha”.

A menina foi levada para o hospital de Iranduba. A equipe médica desconfiou de violência sexual e acionou a polícia. O delegado solicitou o exame de corpo delito e foi comprovado o estupro. “Ficou confirmado com o exame que ela foi estuprada. Ela também contou pra mãe o que aconteceu”, disse. “Foi confirmado também que a menina contraiu doença sexualmente transmissível”, afirmou.

O padrasto da criança foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável, de acordo com o Artigo 217 A, do Código Penal Brasileiro. Ele está preso na delegacia de Iranduba aguardando decisão judicial. O suspeito deverá ser encaminhado para o presídio de Manaus.

Cirurgia

A pequena vítima está internada no Hospital da Criança, na Zona Oeste de Manaus. Conforme as informações da polícia, ela será submetida a um procedimento cirúrgico.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.