Publicidade
Cotidiano
Notícias

Paixão por Cristo e pelo próximo: comunitários preparam o maior espetáculo a céu aberto da ZL

Crianças, jovens, adultos e idosos do bairro Armando Mendes acertam os últimos detalhes da 22ª edição da Peça Paixão de Cristo 08/03/2016 às 13:01
Show 1
Equipe de dança em mais um ensaio para o espetáculo Paixão de Cristo
Hellen Miranda Manaus (Am)

Com a chegada da Sexta-Feira da Paixão no calendário dos católicos, aproxima-se o dia do espetáculo teatral “A Paixão de Cristo”, da Comunidade São Domingos Sávio, no Armando Mendes, Zona Leste. Neste ano, o espetáculo celebra sua 22° edição com o tema “A Saga de um Herói”. O evento acontece dia 25 de março, a partir das 19h, com entrada gratuita, no campo de futebol da Liga Desportiva do bairro. 

De acordo com o diretor da peça, Anderson Braga o tema escolhido busca mostrar Cristo como o principal herói da humanidade. “Geralmente quando somos crianças temos um super herói na nossa vida, aquele que nos espelhamos. Esse ano estamos trazendo a saga de Cristo como o nosso principal herói, que passou por tudo, por nós, seus filhos”, destaca.

Conforme Braga, o espetáculo é considerado maior evento a céu aberto realizado na Zona Leste e envolve todos os moradores do bairro e adjacentes. Ainda de acordo com o diretor da peça, anualmente são realizadas ações como feijoadas, bingos e rifas para arrecadar recursos para serem investidos na apresentação.

“Infelizmente não temos ajuda do poder público, então contamos com a  parceria de muitos voluntários que se dedicam ao máximo para ajudar, além de toda comunidade colaborando como pode”, desabafou. 

O projeto envolve crianças, jovens, adultos e idosos da comunidade e atrai a cada ano uma multidão para o local.  De acordo com os organizadores, 326 pessoas estão envolvidas na produção do evento. Esse ano, é esperado um público de 12 mil pessoas.

Voluntários

Um dos voluntários é o bailarino, coreógrafo e professor de dança, Josimar Maciel, 2. Ele está na equipe de dança desde 2007 e neste ano é o responsável pela criação das coreografias, baseadas no tema do espetáculo.

“A equipe atual é formada por 24 bailarinos, todos voluntários da comunidade, sendo sete homens e 17 mulheres, que estão se preparando há meses”, ressalta. Além dos ensaios, Maciel dá aulas de expressão facial, corporal e de postura para a equipe de dança. 

Outro voluntário é estudante Leandro Frota, 21, que interpreta o personagem principal da peça, Jesus Cristo, há três anos. Ele participa do grupo há nove anos. Para Leandro, o retorno do público é sua maior motivação.

“Ver as pessoas se emocionando é maravilhoso. Elas se sentem tocadas e vivem um pouco da Paixão de Cristo, é o que nos motiva, esse retorno da público torna tudo gratificante”, conta. 

Maior evento a céu aberto da Zona Leste

O grupo de jovens A Paixão de Cristo apresentou sua primeira edição em 1995, no Centro Pastoral São Domingos Sávio, no Armando Mendes, encenada pelos primeiros integrantes dos grupos de jovens, que sentiram a necessidade de evangelizar de uma forma mais ousada, buscando jovens para o convívio cristão.

No ano de 2001, com um público maior, a peça passou a ser encenada no campo de futebol, na qual permanece até hoje. De pinturas em papelões, hoje o cenário passou a ser feito com imensas estruturas de ferro.

A peça ganhou grandes proporções e já é considerado o maior projeto social e evangelizador da Zona Leste, que descobre jovens talentos, retirando crianças e adolescentes da ociosidade e incentivando-os a desenvolverem seus dons, por meio da palavra de Deus.

‘Pedágio solidário’ para custear evento

Com a proposta de arrecadar verba para o Espetáculo teatral Saga do Calvário,os jovens  da Paróquia Santíssima Trindade, no bairro Japiim I, Zona Sul, realizaram no último sábado o “Pedágio Solidário”. Na ação, os jovens foram para os semáforos da avenida Rodrigo Otávio  divulgar o espetáculo e pedir contribuição para os custos do evento.

De acordo com uma das coordenadoras Juliana Silva, os jovens da comunidade são os responsáveis pelas ações. “Um grupo de 15 pessoas faz uma pequena encenação no local e pede das pessoas uma contribuição para o evento, de moeda em moeda já conseguimos pagar o som, por exemplo. Também é feito o convite para assistirem o espetáculo”, disse.


Além do pedágio solidário, o grupo realiza rifas, brechós, venda de comidas e cafés da manhã para pagar toda a estrutura do evento. Em 2016, o espetáculo realiza sua 16ª edição e vem com o tema: “Mulher, eis aí teu filho. Filho, eis aí tua mãe” (João 19, 26-27) e acontece no dia 23 de março, em frente à Paróquia Santíssima Trindade, a partir das 19h.  

Conforme Juliana, o espetáculo tem como maior objetivo evangelizar através da história de Jesus Cristo. “Queremos repassar ao público o verdadeiro sentido da Páscoa”, destaca. Atualmente, mais de cem pessoas estão envolvidas na organização e produção do evento, que já faz parte do calendário do bairro. 

“Esse ano esperamos em torno de 1, 5 mil a  2 mil pessoas presentes no dia da apresentação, que envolve teatro, dança e música que remontam a Paixão de Cristo”, finaliza. Os ensaios do espetáculo teatral acontecem de segunda à terça e de quinta à sábado em frente à igreja, sempre às 19h.

Publicidade
Publicidade