Publicidade
Cotidiano
Notícias

Papa vai à ONU participar de conferência sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Na sede da Organização das Nações Unidas, em NY, nesta sexta (25), o discurso do líder da Igreja Católica sobre o desenvolvimento sustentável é o mais esperado 25/09/2015 às 10:45
Show 1
Antes de ir à Nova York, Papa visitou o Congresso dos EUA, em Washington
Luana Carvalho Nova York

ASSISTA VÍDEO

Em Nova Iorque não se fala em outra coisa a não ser a visita do Papa Francisco. Ele desembarcou na cidade na manhã de quinta-feira (24), depois de um discurso histórico no Congresso dos Estados Unidos, em Washington, onde alertou sobre mudanças climáticas e fez um apelo pelos imigrantes que tentam chegar à Europa.

Nesta sexta-feira (25), durante a adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), o discurso do santo padre é o mais esperado. A cidade parou. Não só para receber Francisco, mas também para recepcionar visitantes, líderes mundiais e ambientalistas que participarão da 70º Assembleia Geral das Nações Unidas.

Na noite de ontem, milhares de pessoas se reuniram na praça ‘One Dag Hammarskjold’, em frente à sede das Nações Unidas, em prol do movimento ‘Under the sky’, onde cidadãos se reuniram e fizeram um verdadeiro ‘show de luzes’. Com velas, lanternas, celulares e outros tipos de luzes, os participantes faziam pedidos “por um mundo melhor”.

‘Objetivos’

Durante a assembleia, a cúpula sobre desenvolvimento sustentável definirá a nova agenda mundial pós-2015. O processo de adoção dos ODS foi iniciado em 2013, durante a Conferência Rio+20. Agora, os objetivos deverão orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional nos próximos quinze anos, sucedendo os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), que encerram no final deste ano.

Mais de 150 líderes mundiais, entre eles a presidente Dilma Rousseff, firmarão um acordo durante a conferência que começa hoje e se estende até o próximo domingo (27). São 17 objetivos e 169 metas que envolvem temas como segurança alimentar, saúde, educação, igualdade de gênero, e, principalmente, erradicação da pobreza extrema e proteção do meio ambiente.

O discurso do Papa é tão esperado porque na carta encíclica, publicada em junho deste ano, ele abraçou a causa “sobre os cuidados da casa comum”, e alerta sobre a perda da biodiversidade, poluição, mudanças climáticas e até sobre uma possível guerra pela água.

Em suas palavras, o santo padre afirma que “a destruição do meio ambiente humano é um fato muito grave, porque, por um lado, Deus confiou o mundo ao ser humano e, por outro, a própria vida humana é um dom que deve ser protegido das várias formas de degradação”.

Ainda em seu apelo, Francisco ressalta que “toda a pretensão de cuidar e melhorar o mundo requer mudanças profundas nos estilos de vida, nos modelos d e produção e consumo e nas estruturas consolidadas de poder”.

‘Programação’

Nesta sexta-feira, a conferência será iniciada com o discurso do Papa Francisco, que deve demorar pelo menos 50 minutos. Em seguida, a cantora Shakira e Anjelique Kidjo farão uma performance de boas-vindas aos líderes. A ativista e ganhadora do prêmio Nobel, Malala Yousafzai, discursará, ainda pela manhã, junto à 193 jovens.

A partir das 11h, a sessão de conferência estará aberta. O secretário-geral da ONU, Ban-kimoon, dará sua declaração sobre os desenvolvimentos sustentáveis. Outros líderes mundiais também prometem apresentar metas e propostas para atingir os objetivos.

Publicidade
Publicidade