Publicidade
Cotidiano
Notícias

Papai Noel itinerante: voluntários levam presentes para crianças no AM

Comunidades ribeirinhas, zonas periféricas e filhos de presidiários vão receber presentes e a visita do ‘Bom Velhinho’ 13/12/2014 às 14:16
Show 1
Lugares onde o Papai Noel nunca chegou, neste ano será contemplado com presentes entregues pelo Papai Noel
camila leonel ---

Há 15 anos, o “Bom Velhinho” conta com uma ajuda na hora de distribuir presentes para as crianças que vivem na periferia de Manaus e nas comunidades ribeirinhas ao longo do rio. Trata-se do projeto “Amigos do Papai Noel”, que esse ano chega ao seu 16° ano distribuindo presentes e levando sorrisos, alegria e esperança para centenas de crianças que, muitas vezes, não tiveram uma festa de Natal para celebrar.

Este ano os voluntários do Amigos do Papai Noel distribuirão aproximadamente 10.300 presentes em lugares aonde muitas campanhas não conseguiram chegar.

De acordo com a uma das integrantes voluntárias do grupo. Denise Kassama, o vínculo que une o grupo é a amizade. “Começou com um grupo de amigos e cada um foi chamando os seus amigos, que foi chamando os seus amigos... então todo mundo que está aqui, hoje, tem algum vínculo de amizade com alguém”, explica Kassama.

A entrega de presentes começa no dia 14, mas a movimentação para conseguir os brinquedos começa bem antes, no mês de janeiro. “Em janeiro a gente começa. Acabou uma campanha, começamos a pensar nas outras. Nós somos viciados nas campanhas. Durante o ano, passamos todo o período nos mobilizando para conseguir os presentes, fazemos rifas, feijoada, bingos. Juntamos tudo, compramos os brinquedos e marcamos o dia para embalar”, relembrou a integrante.

Além da mobilização, os Amigos do Papai Noel contam com ajuda de parceiros que sempre ajudam com doações, desde embrulho para os presentes e comida para o dia da festa da entrega dos presentes até o local para empacotamento dos presentes.

Denise contou que a experiência mais marcante aconteceu por volta de 2002, na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, no Tarumã-Açu, quando o barco quebrou no meio do rio atrasando a entrega dos presentes tudo. “Quando a gente foi para a última comunidade as crianças já tinham ido embora porque elas esperaram o dia inteiro e a gente não chegou, evidentemente, tristes. Aí um grupo de voluntários mais algumas pessoas da comunidade deixaram os brinquedos na porta das casas das crianças. Quando elas acordaram e viram os brinquedos ficaram super felizes e correram para a beira do rio ver se enxergavam o rastro do trenó do Papai Noel”, lembrou.

De filhos de detentos a ribeirinhos

Neste domingo, filhos de detentos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) receberão presentes. Entre os dias 20 e 25 o grupo segue para bairros de Manaus e comunidades ribeirinhas do interior, como o Manaquiri. A rota por onde o grupo passa é previamente traçada, com visitas prévias às comunidades, que recebem senhas que dão direito a receber os presentes.

No dia da entrega, uma festa é feita com a ajuda da comunidade. Voluntários vestidos de Papai Noel e palhaços também participam da festa. “A ideia é que no momento em que a gente vai lá seja um momento único na vida dessas crianças. A maioria das comunidades que a gente visita são comunidades cujas crianças nunca tiveram uma feste e ganharam presentes de Natal”, disse.

Até hoje, os Amigos do Papai Noel entregaram presentes a, aproximadamente, 150 mil crianças em lugares aonde outras campanhas, muitas vezes, não chegam.

Origem

O projeto surgiu em 1998 com quatro amigos que queriam comemorar o Natal de uma forma diferente. Eles resolveram juntar suas economias e no dia 25 de dezembro de 1998 entregaram, pela primeira vez, presentes para crianças no bairro Terra Nova, Zona Norte. De acordo com uma das integrantes do projeto, Denise Kassama, a experiência foi tão boa que eles resolveram repetir no ano seguinte. Em 16 anos, o grupo de amigos cresceu e hoje conta com cerca de 100 amigos que se voluntariam a comprar os presentes, embrulhá-los e levá-los.

Voluntariado

Mais de 10 mil presentes serão entregues às crianças carentes, ribeirinhos e filhos de presidiários do Compaj graças à ajuda de voluntários do projeto “Amigos do Papai Noel”, que trabalham o ano inteiro para arrecadar brinquedos.

Mãos à obra

Após meses realizando rifas, bingos e outras ações para arrecadar brinquedos, os voluntários se reúnem para embalar os presentes da criançada em clima de esperança e união em prol de um Natal melhor.

Publicidade
Publicidade