Publicidade
Cotidiano
Notícias

Para garantir vagas para seus filhos, pais e mães passam dia e noite em frente a escolas na ZL

Nas Escolas municipais Maria Emília Mestrinho e Lili Benchimol, pais permanecem enfileirados acomodados em cadeiras onde passam o dia e a noite 27/01/2016 às 19:19
Show 1
Pais alegam que se não permanecerem nas filas não poderão garantir a vaga para as crianças
Marcela Moraes Manaus (AM)

Dezenas de pais estão acampados em filas desde a última terça-feira (26) em frente às Escolas Municipais Maria Emília Mestrinho e Lili Benchimol, localizadas no bairro Colônia Antonio Aleixo, Zona Leste, para garantir vaga para crianças com a faixa etária de três anos na rede pública no ensino.

De acordo com os pais a direção das escolas informou que estão disponíveis 105 vagas no Maria Emília Mestrinho e 12 vagas na Escola LiLi Benchimol para o ensino maternal e que as matrículas serão realizadas nesta sexta-feira (28). Por conta da informação das vagas disponíveis, os pais já formaram as filas para quem sabe garantir uma vaga para seus filhos.

No portão da Escola Municipal Maria Emília um cartaz foi fixado informando sobre a abertura das matrículas para o dia 28, onde estão incluídos também os documentos necessários para a realização da matrícula. No local os pais permanecem fora da escola enfileirados e acomodados em cadeiras onde passam o dia e a noite. A situação se repete também na escola Lili Benchimol, no entanto no local os pais estão no corredor dentro da escola.

Em ambos os locais os pais alegam que se não permanecerem nas filas não poderão garantir a vaga para as crianças. Eles afirmam ainda que irão permanecer nas filas até o dia da matrícula.

Em nota, a Semed informou que não há condições para universalizar o atendimento nas creches mas que a prefeitura tem ampliado no número das unidades. Confira a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que a Prefeitura de Manaus tem ampliado o número de creches com o intuito de atender um número cada vez maior de crianças. Porém, enquanto não há condições de universalizar o atendimento, a secretaria leva em consideração a vulnerabilidade social e econômica da família da criança e se moram próximo a unidade onde procuram vaga. As matrículas para crianças em idade de creche (de 1 a 3 anos) ocorreram no final do mês de novembro, para início de dezembro. De 17 a 22 de janeiro, ocorreu o período de matrículas de novos alunos da rede municipal de ensino, do pré-escolar ao Ensino Fundamental, ou seja, crianças a partir de 4 anos. As unidades escolares citadas não tiveram todas as vagas preenchidas e como foi identificada a demanda por vagas para o maternal 3 (alunos de 3 anos), foi feito um reordenamento para atender esse público. A Semed esclarece que não é preciso fazer filas e que uma equipe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) responsável pela área irá até as unidades esclarecer as dúvidas dos responsáveis.

Publicidade
Publicidade