Segunda-feira, 20 de Setembro de 2021
Parintins - Manaus

Parintins volta a receber voos a jato com aeronaves de até 118 lugares

A Azul Linhas Aéreas, que antes atendia o município com aeronaves de nove lugares, retomou, nesta segunda (2), as operações com os jatos da brasileira Embraer



WhatsApp_Image_2021-08-02_at_16.39.53__1__27B22DB3-0E6F-481D-A734-7093A853F905.jpeg Fotos: Marco Merguizzo / Azul Linhas Aéreas
02/08/2021 às 17:12

Em clima de festa, a companhia Azul Linhas Aéreas retomou, na manhã desta segunda-feira (2), voos com aeronaves a jato em Parintins, município do Amazonas que sedia o maior festival folclórico de boi-bumbá do Brasil e do mundo.

Após a grande demanda de clientes, a companhia aérea voltou a operar com os modernos aviões brasileiros da Embraer, com capacidade de receber até 118 passageiros. Até então, a empresa atuava no destino por meio da Azul Conecta, sua empresa sub-regional, que conta com aviões de nove lugares.

Com quatro frequências semanais – às segundas, quartas, sextas e domingos –, os voos, que seguirão os rígidos protocolos e medidas de higiene estabelecidos pela companhia desde o início da pandemia, terão a capital Manaus como destino, de onde os clientes poderão acessar toda malha doméstica e internacional da Azul.

A reportagem da A CRÍTICA teve a oportunidade de participar do voo inaugural que foi bem recebido por diversas autoridades locais, como o prefeito de Parintins, Bi Garcia, o presidente do Boi Caprichoso, Jender Lobato, e o presidente do Boi Garantido, Antônio Andrade, vereadores do município, dentre outros.

Durante a coletiva de imprensa realizada no Aeroporto de Parintins - Júlio Belém, o prefeito Bi Garcia destacou que esta conquista somará com os investimentos que o poder público municipal pretende realizar no aeroporto.

"Tivemos uma conquista importante hoje, mas precisamos fazer o dever de casa. Manter o controle de segurança do aeroporto, fazer todas as adequações necessárias para que a gente possa estar no processo crescente para receber mais aeronaves de grande porte. Parintins é uma cidade que recebe muitos turistas, portanto não tenho dúvidas de que esse incremento da linha área da Azul para Parintins vai aumentar ainda mais a frequência de turistas para nossa cidade, assim como facilitar a ligação de Parintins e Manaus, com o Brasil e com o mundo", afirmou Bi Garcia.

Expansão no interior

Segundo o gerente regional de vendas da companhia, Lucas Frade, o incremento da operação em Parintins faz parte do plano de expansão regional da Azul para o Amazonas, anunciado em junho, que prevê a criação de oito novas bases no estado além da reativação de voos em Coari, Lábrea e Maués, ainda no segundo semestre deste ano.

"Estamos felizes duas vezes. Primeiro porque estamos retomando as operações em Parintins com uma aeronave de grande porte que é a Embraer com 118 lugares. E hoje, estamos iniciando um avanço muito complexo dentro da nossa expansão no estado do Amazonas. Para nós, isso é muito gratificante e eu tenho certeza absoluta que esse voo em Parintins vai ser um sucesso", destacou o gerente regional.

Com os novos destinos e a reativação de cidades, a Azul terá no Amazonas uma operação robusta e complexa, utilizando todos os tipos de aeronaves da frota, de nove a até 300 assentos.

Preços atrativos

Questionado se a companhia aérea pretende fornecer passagens aéreas com custos acessíveis à população amazonense, Lucas Frade respondeu que o deslocamento aéreo muito mais rápido trará mais comodidade para o cliente.

"A variação de tarifa depende muito do movimento de cada voo. Estamos mais preparados para oferecer sempre uma tarifa muito atrativa ao povo de Parintins. Afinal de contas, o deslocamento aéreo até Manaus possibilita você chegar muito mais rápido, principalmente com a Embraer 195", ressaltou Frade.

Facilidade de conexão

O gerente regional Lucas Frade acrescentou ainda que a retomada dos voos a jato pela empresa fortalecerá a conexão de Parintins com o restante do país.

"A partir de agora, chegando em Manaus você pode conectar o nosso voo para São Paulo, no aeroporto internacional de Viracopos. E, a partir deste, nós podemos conectar a 45 cidades a nível Brasil. E se o cliente preferir, ele chegando em Manaus, pode pegar nosso voo para Recife, onde é possível se conectar a todas as cidades do Nordeste do país", acrescentou o gerente da companhia aérea.



News b9c859f0 b845 415e 97aa d9fe4eb65dc1 96581f6b 36a1 4a7c a5d9 8f8c56b0b256
Repórter de A Crítica
Amazonense, nascido e criado em Manaus. Graduado em Jornalismo e mestrando em Antropologia Social, ambos pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.