Publicidade
Cotidiano
Notícias

Partido criado por Marina Silva comemora marca de 500 mil assinaturas

A próxima fase da coleta deve conquistar mais 250 mil assinaturas para suprir uma perda de 25% a 30% de fichas preenchidas com algum tipo de erro 17/06/2013 às 07:56
Show 1
Ex-senadora Marina Silva obteve quase 20 milhões de votos para presidente em 2010
acritica.com ---

Lideranças da Rede Sustentabilidade, partido lançado pela ex-senadora e presidenciável Marina Silva, comemoraram, a marca de 500 mil assinaturas coletadas para a criação do novo partido. E decidiram aproveitar as agendas públicas como a dos jogos da Copa das Confederações para chegar a 800 mil apoiadores. A comemoração ocorreu no sábado (15).

A próxima fase da coleta é, segundo Marina Silva, conquistar mais 250 mil assinaturas para suprir uma perda de 25% a 30% de fichas preenchidas com algum tipo de erro ou letra ilegível. “Queremos ter segurança total. Vamos chegar a 800 mil para evitar qualquer problema de falta de assinaturas em função da perda de 30%. Vamos continuar mobilizados. Toda a militância está a pleno vapor”, disse Marina à imprensa após participar de evento que marcou o alcance da marca de 500 mil assinaturas.

São necessárias 490 mil assinaturas para a criação do partido e registro da sigla junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Ainda temos muitas assinaturas para cadastrar. Temos cerca de 200 mil assinaturas que ainda não foram cadastradas”, observou Marina.

Final em julho

A Rede Sustentabilidade encerra a coleta de assinaturas em 7 de julho próximo para que possa iniciar no dia 1º de agosto os processos de registro da sigla perante à justiça eleitoral. O número de assinaturas certificadas, segundo integrantes do partido, deve ser fechado na próxima semana. O estado de maior concentração da coleta de assinaturas foi, até o momento, São Paulo, seguido por Rio de Janeiro e Minas Gerais. Rio Grandes do Sul, Maranhão e Distrito Federal vêm em seguida. “Desconfio que proporcionalmente o Acre tem mais participação”, brincou Marina, numa referência ao Estado em que nasceu. A coleta está sendo feita também no Amazonas.

Publicidade
Publicidade