Publicidade
Cotidiano
POSICIONAMENTO

Partido Novo nega apoios, mas se diz 'absolutamente contrário' ao PT

Partido de João Amoêdo, quinto colocado nas eleições presidenciais, diz que partido de Fernando Haddad 'tem ideias e práticas opostas às nossas' 09/10/2018 às 10:55
Show novo11 555d2919 9805 42d2 a284 2ae6b8ee22ea
acritica.com Manaus

Após receber 2,6 milhões de votos na corrida presidencial, por meio do candidato João Amoêdo, o partido Novo emitiu uma nota, na manhã desta terça-feira, na qual afirma que não apoiará nenhum candidato no segundo turno das eleições presidenciais, a ser disputado entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Em tese, um discurso de neutralidade. Em tese. No último parágrafo da nota, publicada pelo Novo nas redes sociais, o partido afirma que " não apoiará nenhum candidato à Presidência, mas somos absolutamente contrários ao PT, que tem ideias e práticas opostas às nossas".  Não há, na nota, qualquer crítica ao candidato do PSL.

No posicionamento, o partido afirma que o cenário no segundo turno "não é aquele que desejávamos",  e que nossa contribuição à sociedade se dará através da atuação da nossa bancada eleita, alinhada com nossos princípios e valores".

O partido, que conseguiu registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) somente em 2015, afirma ainda que saiu fortalecido do pleito. No total, foram 20 deputados (somando federais - 8 -, estaduais - 11 - e distrital - 1) e um candidato ao Governo de Minas Gerais, Romeu Zema, no segundo turno.

Publicidade
Publicidade