Publicidade
Cotidiano
Notícias

Passageira do helicóptero que caiu na floresta embarcou de última hora na aeronave

Uma das passageiras pediu para viajar afirmando 'que há muito tempo não viajava de helicóptero'. A outra mulher viajou para ter um parto assistido em Tabatinga 03/06/2015 às 22:11
Show 1
Luciana e Marcelânia embarcaram na aeronave de última hora
Eduardo Gomes - Especial para a crítica Tabatinga (AM)

Uma passageira não estava prevista para embarcar na última viagem do helicóptero da Moreto Táxi Aéreo, cuja missão inicial era transportar da aldeia de Pentiaquinho, localizada a 746 km da sede de Atalaia do Norte, a 1.138 km de Manaus, no Rio Itui para Tabatinga, a grávida Marceleia Cruz dos Santos Marubo, que apresentava um quadro de hemorragia.

A segunda grávida, Luciana Guedes do Carmo, foi embarcada na aeronave na última hora. Em boas condições de saúde, ele deveria ter um parto assistido também em Tabatinga.

Outra passageira inicialmente não prevista no embarque foi Marcelânia Souza da Silva. Casada com um índio Marubo, Marcelânia pediu para viajar alegando “que há muito tempo não viajava de helicóptero”. Ela integrou o grupo para servir de interprete das duas mulheres indígenas grávidas.

Publicidade
Publicidade