Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
PIRATAS

Pauderney propõe ao ministro da Segurança maior combate à pirataria nos rios do AM

Segundo a Federação das Empresas de Navegação Aquaviária, a pirataria nos rios Amazonas, Solimões e Madeira já causou prejuízo de R$ 100 milhões no último ano



19ab6fea-322f-458b-92ed-aca4f07940c3.jpg Foto: Divulgação
15/03/2018 às 12:16

A pirataria nos rios Amazonas, Solimões e Madeira já causou um prejuízo de quase R$ 100 milhões no último ano, segundo dados da Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária (Fenavega). Preocupado com os índices, o deputado federal Pauderney Avelino (Democratas) se reuniu com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, nesta quarta-feira (14), para tratar do problema que atinge as navegações para o interior, principalmente no roubo de cargas.

"Nós devemos combater ainda no nascedouro esta criminalidade para que ela não assuma proporções ainda maiores. Estou trabalhando para que a possamos dotar o ministério da segurança pública com recursos que venham ajudar a combater a criminalidade", afirma Pauderney.

Segundo dados da Fenavega, as cargas mais roubadas são combustíveis, eletroeletrônicos e os objetos pessoas dos tripulantes e passageiros das embarcações. Estas mercadorias abastecem quadrilhas de narcotraficantes, garimpos ilegais e o comércio clandestino. O isolamento das regiões e a distância são fatores determinantes para o fracasso no combate aos crimes, pois os locais onde acontecem os roubos ficam a várias horas de viagem até que seja possível comunicar-se.

"Pauderney veio aqui defender os interesses da população, que em tem direito a viver em paz e precisa do apoio do governo federal. Entendemos que a proposta trazida faz sentido e representa os interesses do povo do Amazonas", afirma Jungmann.

Para o parlamentar amazonense, é preciso reforçar a fiscalização nas fronteiras, em especial do Amazonas. "A nossa vasta floresta e a capilaridade dos rios facilitam a ação de traficantes. Qualquer cidade do interior do Amazonas está vivendo o dilema da violência, do tráfico de drogas, da criminalidade em geral", afirma Avelino.

A proposta para o combate à pirataria é o aparelhamento da polícia na prevenção e repressão aos crimes e posteriormente a criação de uma polícia específica para o combate aos crimes nos rios. Outro fator importante neste processo é a aprovação da PEC 52/2012, que cria a Polícia Hidroviária Federal.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.